Publicidade

A Seleção Brasileira conseguiu mais uma vitória pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar. Jogando no Estádio Centenário, em Montevidéu, os canarinhos não se intimidaram e ganharam por 2 a 0 nesta terça-feira. Os gols foram de Arthur e Richarlison.

Richarlison sai para comemorar o segundo gol do Brasil (Foto: Getty)

Com o resultado a Seleção Brasileira manteve os cem por cento de aproveitamento e lidera de forma isolada a competição com 12 pontos. É o melhor começo de Eliminatórias do Brasil desde que a disputa passou a ser no sistema de pontos corridos todos contra todos.

Leia também:

Publicidade

Equador massacra a Colômbia e se consolida no G-4
Tevez vive um drama pessoal e chora no vestiário

O Uruguai, que perdeu a cabeça e teve Cavani expulso no segundo tempo, quando o jogo estava 2 a 0, estacionou nos seis pontos. Assim ficou apenas na zona de classificação que leva para a repescagem. Mas ainda há muito tempo para recuperação.

As duas equipes entraram em campo desfalcadas de seus principais jogadores. Neymar foi cortado antes da rodada dupla por conta de uma lesão que sofrera ainda pelo PSG. Já Luis Suárez testou positivo para a Covid-19. Mas isso não tirou o brilho do jogo.

Jogo começou com ritmo forte

Ataque brasileiro foi bem marcado. Basta ver a dificuldade de Firmino contra Godín (Foto: Getty)

Publicidade

A partida começou com um ritmo alucinante. Logo aos dois minutos Gabriel Jesus fez boa jogada e chutou exigindo grande defesa do goleiro Martín Campaña. Dois minutos depois a revelação Darwin Núñez balançou em cima de Danilo, que ficou caído no chão. O atacante chutou e acertou o travessão de Ederson.

Apesar do equilíbrio o Uruguai era mais perigoso em campo. Tanto que assustou aos 10 minutos. Nández cruzou da direita e Cavani ganhou na cabeça de Marquinhos, mas mandou a bola para fora. Mas o domínio uruguaio não representava um perigo constante. Principalmente porque Núñez e Cavani estavam isolados na frente.

Brasil fez 2 a 0 antes do intervalo

Jogadores da Seleção Brasileira comemoram o gol de Arthur (Foto: Getty)

Em um jogo disputado no meio-de-campo o Brasil contou com a sorte para abrir o marcador aos 32 minutos. Danilo cruzou da direita, Gabriel Jesus dominou na área e rolou para trás. Arthur chutou e a bola desviou na zaga para enganar o goleiro Campaña. Assim estava aberto o caminho. E por muito pouco que os canarinhos não ampliaram dois minutos depois. Firmino foi lançado por Arthur, invadiu a área e chutou rasteiro, mas o arqueiro uruguaio defendeu.

Leia também

Publicidade

Thomas Tuchel está a uma derrota da demissão no PSG
PSG prepara proposta galáctica para tirar Sergio Ramos do Real Madrid

O abalo uruguaio serviu para a Seleção Brasileira ampliar aos 45 minutos. Em cobrança curta e ensaiada de escanteio, Renan Lordi cruzou e Richarlison cabeceou para estufar as redes de Campaña. Mas antes do intervalo o Brasil levou um susto, nos acréscimos. De la Cruz cobrou falta e Godin cabeceou no travessão de Ederson.

Cavani perdeu a cabeça e foi expulso

Na volta para o segundo tempo o Uruguai adiantou a marcação. Mas o Brasil era mais perigoso no ataque. Aos seis minutos Everton Ribeiro exigiu uma boa defesa de Campaña em cobrança de falta da direita.

Cavani perdeu a cabeça e foi expulso. Assim facilitou ainda mais para o Brasil (Foto: AUF)

Publicidade

Apesar de tentar acuar o Brasil, o Uruguai se mostra incapaz de criar jogadas. As tentativas se limitavam a chuveirinhos e lançamentos longos, neutralizados por Thiago Silva e Marquinhos com relativa facilidade.

A situação dos uruguaios piorou aos 25 minutos. Cavani perdeu a cabeça e atingiu Richarlison por trás. Com ajuda do VAR o árbitro chileno Roberto Tobar deu cartão vermelho e expulsou o artilheiro uruguaio.

Uruguai teve gol anulado. Assim desanimou

Apesar de estar com um a menos a Celeste chegou a descontar com Cáceres, mas o jogador estava impedido na hora do chute. O lance de sanimou o Uruguai e o Brasil administrou o resultado até o fim.

Publicidade

Agora as Eliminatórias dão uma pausa e só retornam em março. O Brasil então vai visitar a Colômbia e depois recebe a Argentina. Os argentinos, por sinal, vão duelar antes com o Uruguai, em Buenos Aires.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI X BRASIL

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 17 de novembro de 2020 (Terça-feira)
Horário: 20h(de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Cláudio Rios (Chile)
Cartões amarelos: José María Giménez, Nahitan Nández, Jonathan Rodríguez e Martín Cáceres (Uruguai) e Douglas Luiz, Richarlison e Marquinhos (Brasil)
Cartões vermelhos: Edinson Cavani (Uruguai)
Gols:
BRASIL: Arthur aos 32 e Richarlison aos 45 minutos do 1º Tempo

Publicidade

URUGUAI: Martín Campaña, Martín Cáceres, José María Giménez, Diego Godín e Agustín Oliveros; Nahitan Nández, Lucas Torreira (Mauro Arambarri), Rodrigo Bentancur (Brian Rodríguez) e Nicolás de la Cruz (Jonathan Rodríguez); Edinson Cavani e Darwin Núñez
Técnico: Óscar Tabárez
BRASIL: Ederson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Arthur, Douglas Luiz (Bruno Guimarães) e Éverton Ribeiro (Lucas Paquetá); Gabriel Jesus, Richarlison (Everton Cebolinha) e Roberto Firmino
Técnico: Tite