Publicidade

A Seleção Brasileira precisou de paciência para superar o Japão, nesta segunda-feira, em amistoso no Estádio Nacional de Tóquio. A insistência valeu foi recompensada. O Brasil venceu por 1 a 0, gol de pênalti de Neymar.

Agora, a Seleção Brasileira tem mais uma Data Fifa, em setembro, antes da convocação final para a Copa do Mundo. É reta final de preparação para o Catar. O teste desta segunda-feira foi de como enfrentar uma adversário que se defende bem, além de recorrer às faltas com frequência.

Neymar Brasil Japão Seleção Brasileira Neymar fez o gol da vitória | Foto: Lucas Figueiro / CBF / Divulgação

Tite fez quatro mudanças em relação à goleada sobre a Coreia do Sul. Alisson, Guilherme Arana, Éder Militão e Vinicius Júnior começaram no time titular. O lateral-esquerdo, que briga pela segunda vaga, teve atuação discreta.

Relacionadas

Haaland
Vinicius Júnior Real Madrid Liverpool Champions League

Publicidade

Com a saída de Richarlison do time titular, Neymar fez o papel de falso 9. Ele sofreu com faltas ao prender a bola. Vinicius Júnior, pouco acionado, foi discreto.

O duelo entre a Seleção Brasileira e o Japão

A Seleção Brasileira quase abriu o placar logo no primeiro minuto. Vinicius Júnior achou Neymar na área. O craque, de calcanhar, passou para Lucas Paquetá. Ele finalizou na trave.

O Japão, então, conseguiu acertar a marcação e se fechou bem. O Brasil passou a encontrar dificuldade para criar. Aos 18, Neymar achou Raphinha, mas ele parou no goleiro Gonda.

Vinicius Júnior Brasil Japão Vinicius Júnior teve atuação discreta | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Publicidade

Defensivamente, a Seleção Brasileira era segura. O Japão buscava mais em bolas paradas. Ofensivamente, o Brasil sofria com a marcação japonesa e também com as faltas. Ne reta final do primeiro tempo, Gonda espalmou finalização de Neymar.

A dificuldade ofensiva da Seleção Brasileira continuou na etapa final. Tite fez duas mudanças. Ele colocou Gabriel Martinelli e Gabriel Jesus. Saíram Vinicius Júnior e Raphinha. Martinelli desperdiçou chance.

Tite deixou o Brasil mais ofensivo, com Richarlison no lugar de Fred. Thiago Silva entrou na vaga de Daniel Alves. Militão foi para a lateral. O Brasil insistiu. Neymar parou em Gonda, mas, no rebote, Richarlison foi derrubado. Pênalti. Neymar, aos 31 minutos, bateu e fez 1 a 0.

Publicidade

A Seleção Brasileira venceu mais um teste na preparação para a Copa do Mundo.

Comentários