Publicidade

Vinicius Junior- Real Madrid

O Real Madrid parece ter deixado para trás sua política “galática” de contratações. O clube merengue tem trocado os grandes reforços midiáticos por jogadores jovens com grande futuro pela frente. Como exemplo, o Real gastou muito menos que o Barcelona nas últimas cinco temporadas, período em que conquistou quatro títulos da Ligas dos Campeões da Europa.

LEIA MAIS

Publicidade

De Roberto Carlos a Vinícius Jr.: veja como foi a estreia dos brasileiros pelo Real Madrid
Doze jogadores que trabalharam com Guardiola e Mourinho
Que honra! Eles jogaram com Messi e Cristiano Ronaldo
Top 10: os brasileiros que já movimentaram a janela de transferências
Ronaldinho, Edmílson, Malcom… veja quem o Barcelona foi buscar na França
Brasileiros dominam lista de transferências mais caras da Premier League
Vidal no Barcelona: conheça outros chilenos que brilharam na Europa

Em um ranking formado pelos clubes do velho continente, o Barça ocupa a segunda posição entre os que mais gastaram com contratações, tendo investido US$ 1,033 bilhão com reforços, enquanto faturou “apenas” US$ 519 milhões com a venda de jogadores. Já o Real Madrid gastou praticamente a mesma quantia que arrecadou nas últimas cinco temporadas: US$ 626 milhões com venda e US$ 634 milhões com contratações.

Real Madrid fatura alto com transferência de Cristiano Ronaldo

Apenas nesta janela de transferências, o clube merengue colocou em seus cofres US$ 135 milhões com a transação de Cristiano Ronaldo com a Juventus, time que mais gastou para a próxima temporada. Se em outros tempos o presidente Florentino Pérez apelaria para um galático, dessa vez a aposta será em jogadores que já estão no Santiago Bernabéu, como Marco Asensio, Isco, Lucas Vazquez e Vinícius Júnior.

Publicidade

Os times da Premier League são os que mais gastam. O Manchester City ocupa a liderança do ranking, com US$ 1,171 bilhão gastos de 2013 até agora. Já o Manchester United, do técnico José Mourinho, está em terceiro lugar, com US$ 997 milhões.

Confira os clubes europeus que mais gastaram com contratações de 2013 a 2018:

1. Manchester City – US$ 1,171 bilhão
2. Barcelona – US$ 1,033 bilhão
3. Manchester United – US$ 997 milhões
4. Juventus – US$ 987 milhões
5. PSG – US$ 943 milhões
6. Chelsea – US$ 938 milhões
7. Liverpool – US$ 887 milhões
8. Atlético de Madrid – US$ 682 milhões
9. Mónaco – US$ 662 milhões
10. Real Madrid – US$ 634 milhões