Publicidade

“Hoje está muito na moda isso de racismo”. As palavras são de Jorge Jesus, ex-técnico do Flamengo e atualmente Benfica. Na coletiva após o treino da manhã, em Lisboa, o treinador respondeu sobre o assunto do dia na Champions League. O caso de racismo que interrompeu o jogo PSG x Instanbul Basaksehir continua dando o que falar, mas não deve parar por aí.

Jorge Jesus, do Benfica Cada um tem sua opinião, mas Jorge Jesus colocou lenha na fogueira | Foto: Benfica / Divulgação

“Só posso ter uma opinião concreta se souber o que se disse naquele momento e como cidadão tenho direito de pensar a minha maneira. Não sei o que se falou, mas hoje está muito na moda isso de racismo. A mesma coisa dita contra um branco já não é sinal de racismo. Está se implantando essa onda no mundo”, disse o Mister.

O jogo PSG x Instanbul Basaksehir parou aos 15 minutos do primeiro tempo. No entanto, os jogadores não voltaram a campo e a partida teve quer ser remarcada. O motivo? Um conflito entre o banco do clube turco e um comentário alegadamente racista do quarto árbitro. Os jogadores do PSG seguiram o movimento do Basaksehir e deixaram o campo.

Leia também

Publicidade

Símbolo contra o racismo, Demba Ba tem carreira discreta e golaço contra o PSG

Cristianazo: os memes da vitória da Juventus sobre o Barcelona