Publicidade

Mohamed Salah pode deixar em breve o Liverpool, conforme foi noticiado. O assunto ganhou proporções internas no clube inglês, sobretudo entre os torcedores, pois o egípcio é ídolo por lá. Por outro lado, Mané também não anda lá muito satisfeito. Tanta insatisfação levou Peter Crouch, ex-jogador que se destacou no próprio Liverpool a comentar o assunto publicamente.

Preço de Mané foi às alturas... mas o mercado puxou pra baixo Preço de Mané nas alturas… mas foi substituído – Divulgação

De acordo com o ex-atacante, há um duelo interno entre Salah e Mané no comando do ataque dos Reds.

“A relação entre o Mané e o Salah só é problema se o time perder. O Liverpool ganhou tudo nos últimos dois anos e isso deveu-se, e muito, ao nível dos dois. Mas não se enganem, é claro que há uma competição entre eles. Todos os atacantes são egoístas e estes dois em particular querem marcar mais gols do que ninguém. O Salah, sobretudo, parece obcecado com os números. Chegou quieto, mas tornou-se um dos melhores atacantes do planeta, é uma máquina de gols”, disse.

Embora titular, Salah anda insatisfeito no Liverpool, mas tem coisas por trás disso.

Publicidade

Peter Crouch explicou parte do descontentamento de Mané na relação com Salah.

“Quando um atacante tem sangue nos olhos não gosta de ser substituído, daí a reação de Mané na goleada contra o Crystal Palace (7 a 0). Estava furioso e com todo o direito. Ele e o Salah são os melhores amigos? Não são, mas isso pouco importa. Joguei com companheiros no ataque que nunca gostaram de mim e isso não me impediu de fazer o meu trabalho”, analisou o ex-jogador em artigo do Daily Mail.

Leia também

Mudança de rumo: Messi indica que quer ficar no Barcelona