Publicidade

Alguns detalhes revelam claramente a estratégia de um clube. É o caso do último gesto de Leonardo, diretor desportivo do PSG, que, de acordo com informações publicadas pelo L’Equipe, estaria totalmente focado na renovação do contrato de Kylian Mbappé. Não seria incomum, mas há uma questão importante. Neymar, a outra grande estrela do PSG, termina seu contrato em 2022, ou seja, a mesma situação contratual do francês.

No entanto, vale lembrar que extraoficialmente circula pela crônica esportiva espanhola o interesse do Real Madrid por Mbappé.

Embora Neymar seja a estrela do PSG, a bola, na verdade, está com Mbappé  (Foto: Uefa)

Precisamente o interesse do clube espanhol seria o motivo da atitude de Leonardo, que estaria disposto a negligenciar Neymar, que ainda é o número um do vestiário em termos de hierarquia. Entretanto os planos futuros do PSG passam pela permanência de Mbappé, mas parece que não será uma tarefa simples. O jogador já rechaçou mais de uma vez investidas do clube no sentido de renovar seu contrato.

Publicidade

A impressão que se passa é que Mbappé encara o PSG na sua carreira como um “período de estágio”que está chegando ao fim. Assim, o próximo projeto seria fazer parte de um elenco sendo considerado como a figura mais elevada e indiscutível. Isso não acontece no PSG justamente em razão da presença de Neymar. Por isso o gesto de Leonardo, mais inclinado para o lado do francês, é tão decisivo e permite delinear o plano do PSG.

Trunfo

Um trunfo de Leonardo, conforme o L’Equipe, seria a postura dos pais de Mbappé, mais abertos a uma possível prorrogação do contrato atual. A posição dos pais sempre teve muito peso na vida de Mbappé, que de qualquer forma terá a última palavra. No momento já houve alguns encontros, sem que Leonardo, no entanto, obtivesse qualquer resposta do jogador.

Leia também

“Projeto Mbappé” do Real Madrid é maior do que Zidane

Publicidade

Vídeo: jogou apenas 15 minutos e fez gol para Prêmio Puskas

Mbappé está em vantagem nessa relação e não precisa se precipitar para uma decisão da qual poderá se arrepender num futuro próximo. Mas, num primeiro momento, sabe-se bem qual seria o desejo do jovem francês para o seu futuro.