Publicidade

O mercado da bola vem presenciando um PSG diferente no mercado da bola. O Paris Saint-Germain esqueceu os craques badalados e mudou de perfil de contratação. É um indicativo de uma nova política e projeto esportivo.

Após a decepção de cair nas oitavas de final da Champions League na última temporada, para o Real Madrid, o PSG recalculou a rota, justamente após assustar o mercado da bola com uma janela recheada de nomes badalados.

Galeria de Fotos

A eliminação provocou mudanças. Então diretor, o brasileiro Leonardo perdeu o cargo. O Paris Saint-Germain, agora, tem Luís Campos como consultor do futebol. Ele é auxiliado por Antero Henrique, dirigente.

Relacionadas

Cristiano Ronaldo Manchester United
Pogba

O ‘novo’ PSG

Publicidade

Até aqui, o PSG atacou o mercado da bola, mas buscou nomes em ascensão. Além de exercer a opção de compra de Nuno Mendes, que atuou na última temporada cedido pelo Sporting, o clube francês já deu três botes na janela.

Vitinha PSG Vitinha: rosto novo do PSG | Foto: PSG / Divulgação

A primeira contratação foi a do meia Vitinha, português de 22 anos. Ele chamou atenção com a camisa do Porto. O PSG aposta que ele vai vingar e mudar de patamar na França.

VÍDEO: Técnico do Napoli cai em trolada de torcedores e faz propaganda pornô

Publicidade

O jovem Hugo Ekitike fez 11 gols em 26 jogos pelo Stade de Reims na última temporada. Aos 20 anos, foi para o PSG cercado de expectativa. O acordo é por empréstimo, com opção de compra de, segundo a imprensa francesa, de 30 milhões de euros (R$ 158,9 milhões).

Atlético de Madrid empresta atacante brasileiro ao Valencia

A terceira contratação foi o lateral-direito Nordi Mukiele, de 24 anos, ex-Leipzig. Ele custou 12 milhões de euros (R$ 63,5 milhões). Uma janela bem diferente da temporada passada.

Nordi Mukiele PSG Nordi Mukiele faz parte do novo perfil do clube | Foto: PSG / Divulgação

Publicidade

Em 2021, o Paris Saint-Germain impressionou o mercado da bola com Messi, Sergio Ramos, Wijnaldum, Donnarumma e Achraf Hakimi. Cinco nomes badalados, especialmente o astro argentino e o zagueiro espanhol.

PSG assustou em 2021 | Foto: David Rogers/Getty Images)

O badalado PSG no mercado da bola

Desde que o Paris Saint-Germain passou a ter uma fortuna por trás, em 2011, o perfil de contratação foi de nomes de peso. Na temporada 2012/2013, Ibrahimovic e Thiago Silva chegaram à França, além de David Beckham.

Reinier sofre para encontrar destino no futebol europeu

Publicidade

O principal reforço da temporada seguinte foi Cavani. O PSG seguiu a batida de nomes badalados, com David Luiz (2014/2015), Ángel Di María (2015/2016). Draxler foi a contratação mais cara de 2016/2017.

O Paris Saint-Germain colocou o pé na porta na janela de 2017/2018, quando tirou Neymar do Barcelona. Mbappé chegou na mesma temporada. Contudo, naquele momento, era um jovem craque em ascensão. Daniel Alves deixou a Juventus e foi para Paris.

Neymar na chegada ao PSG | Foto: PSG / Divulgação

Buffon foi o nomes mais badalado da temporada 2018/2019. Icardi e Keylor Navas puxaram a fila de 2019/2020.

Comentários