Publicidade

Portugal não deu brecha para a zebra e está garantido na Copa do Mundo. Nesta terça-feira, no Estádio do Dragão, a seleção portuguesa fez 2 a 0 na surpreendente Macedônia do Norte, pela repescagem, e carimbou o passaporte. Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes & Cia. vão para o Catar.

Já a Macedônia do Norte fica pelo caminho, após fazer história. No primeiro jogo da repescagem, em Palermo, derrubou a poderosa Itália.

Bruno Fernandes Cristiano Ronaldo Copa do Mundo Portugal Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo: parceria funcionou | Foto: MIGUEL RIOPA/AFP via Getty Images

Bruno Fernandes foi protagonista da vitória de Portugal. O meia do Manchester United fez os dois gols da seleção portuguesa. No primeiro tempo, aos 31 minutos, ele interceptou passe, tabelou com Cristiano Ronaldo e fez 1 a 0.

Relacionadas

Senegal Egito
Jorginho Itália x Espanha Eurocopa

Publicidade

A seleção portuguesa ampliou na etapa final, em contra-ataque, aos 19 minutos. Pepe roubou a bola. Ela chegou até Diogo Jota. O atacante do Liverpool cruzou para Bruno Fernandes fazer 2 a 0.

Bale prepara adeus ao Real Madrid e tem preferência ‘caseira’

Portugal carimbou a vaga para a Copa do Mundo e vai credenciado. É uma seleção recheada de talento, com Rúben Dias, Bruno Fernandes, Bernardo Silva, João Félix, Cristiano Ronaldo & Cia. Além disso, vai embalada por títulos recentes, a Eurocopa de 2016 e a Liga das Nações de 2019.

Polônia também se garante na Copa do Mundo

Publicidade

A Polônia também vai estar no Catar, após, em casa, vencer a Suécia por 2 a 0. Lewandowski, de pênalti, abriu o placar, enquanto Zielenski definiu a vitória.

Lewandowski Polônia Lewandowski abriu o caminho para a Polônia | Foto: Uefa

A seleção da Polônia teve uma pré-repescagem atribulada. O técnico Paulo Sousa trocou o país pelo Flamengo. Czeslaw Michniewicz assumiu o comando.

A Polônia também viu uma mudança de planos no calendário. É que a Rússia foi punida, em função da guerra com a Ucrânia, e foi eliminada na repescagem. Os russos enfrentariam a Polônia na semifinal.

Comentários