Publicidade

A derrota para o Manchester City, nesta quarta-feira (21), na estreia de ambos na Champions League, deixou não apenas o técnico do Porto revoltado, mas também a diretoria. O placar de 3 a 1 para os ingleses resultou em uma publicação oficial do clube português. Mas, rendeu também uma manifestação de apoio ao treinador.

“Uma derrota é uma derrota, e para o FC Porto nunca existem vitórias ou empates morais. Mas o que se passou ontem (quarta-feira) na Inglaterra, onde o Manchester City venceu os campeões nacionais por 3-1, não pode ser branqueado. É factual: o plantel mais caro do mundo beneficiou de vários erros de arbitragem para ganhar na primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões”, diz o comunicado oficial do Porto.

Diretoria do Porto contestou derrota para o Manchester City Diretoria do Porto contestou derrota para o Manchester City – Foto: MARTIN RICKETT/POOL/AFP via Getty Images)

Leia também

Quem é Tetê, o brasileiro que acabou com o Real Madrid na estreia da Champions League

Publicidade

Por que Messi pode deixar o Barcelona já em novembro

Antes, o técnico Sérgio Conceição já havia se manifestado, dizendo que perdeu para onze jogadores do Manchester City, mais a arbitragem, mais o VAR… No entanto, o manifesto do Porto citou ainda com visão crítica as façanhas do adversário no mercado da bola.

“Desde que foi adquirido pelo atual vice-primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, em 2008, o Manchester City gastou mais dinheiro do que qualquer outra equipe do mundo. O investimento tornou-se ainda maior nas cinco temporadas que Guardiola já leva como treinador do clube, mas o principal objetivo – conseguir aquilo que o FC Porto já alcançou duas vezes, com meios infinitamente mais limitados – ainda não atingiu. Se beneficiassem sempre de arbitragens como a de ontem, a história seria de certeza bem diferente”.