Publicidade

A Libertadores, muitas das vezes, é traiçoeira, especialmente em mata-mata. Às vésperas das oitavas de final desta edição, que começam nesta terça-feira, é bom ficar bem atento. Do contrário, a chance de uma zebra passear cresce consideravelmente.

O histórico das fases eliminatórias evidencia: a Libertadores conhece algumas zebras. Ela costuma passear tanto na fase preliminar, quanto a partir das oitavas de final.

Libertadores Cabañas e o América eliminaram o Flamengo em 2008 (Foto: Getty)

Inclusive, já teve zebra nesta edição de Libertadores. Na fase preliminar, o Grêmio de Renato Gaúcho era apontado como favorito contra o Independiente del Valle, mas o clube equatoriano venceu os dois jogos e foi para fase de grupos.

Pepê Libertadores Grêmio caiu na fase preliminar desta Libertadores | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Publicidade

Em 2020, o Corinthians caiu na fase preliminar para o Guaraní, do Paraguai. O clube paulista perdeu o primeiro jogo, fora de casa, e ganhou como mandante, mas o critério do gol fora de casa pesou. O clube paraguaio é um “pesadelo” para o Timão. Em 2015, o Guaraní eliminou o Corinthians de Tite nas oitavas de final.

Relacionadas

Meme Flamengo Michael
Meme Ceni Flamengo

São Paulo caiu em fase preliminar da Libertadores

Outro gigante brasileiro que amargou decepção na fase preliminar da Libertadores foi o São Paulo. Em 2018, o Tricolor Paulista caiu para o Talleres, da Argentina.

MAIS! Abelão no Lugano: treinadores brasileiros que dirigiram clubes europeus

Publicidade

Vice-campeão da Libertadores de 2017 – perdeu para o Grêmio -, o Lanús deixou o gigante River Plate pelo caminho, na semifinal, com uma vitória por 4 a 2 no jogo de volta, após perder a ida por 1 a 0. E não foi a única zebra daquela edição. Nas oitavas de final, o Jorge Wilstermann eliminou o Atlético-MG e o Palmeiras caiu nos pênaltis para o Barcelona-EQU.

MAIS! Fernandinho fica no City: brasileiros com muito tempo de casa na Europa

Na Libertadores de 2013, o Grêmio foi surpreendido pelo Sante Fe, nas oitavas de final. O time colombiano levou a melhor graças ao critério de gol qualificado fora de casa.

Corinthians foi surpreendido em 2011

Publicidade

Uma das maiores zebras da Libertadores envolve o Corinthians. Em 2011, com Roberto Carlos e Ronaldo Fenômeno, sob o comando de Tite, o Timão caiu na fase preliminar para o Tolima, da Colômbia, com derrota por 2 a 0 fora e empate sem gols no Pacaembu.

MAIS! Fred já chamou jogadores do Cerro Porteño de ‘bando de marginais’

O Império do Amor, dupla formada por Adriano e Vagner Love, tombou nas quartas de final da Libertadores de 2010 para a Universidad de Chile, de Montillo e Vargas. No Maracanã, a La U venceu por 3 a 2. No Chile, a vitória rubro-negra por 2 a 1 não foi suficiente.

Adriano Flamengo Libertadores Com Adriano e Love, Flamengo caiu para La U | Foto: Imago Images

Publicidade

Teve zebra na final da Libertadores de 2008. O Fluminense, após eliminar Atlético Nacional, São Paulo e Boca Juniors, era o favorito ao título contra a LDU. No Equador, o Fluzão perdeu por 4 a 2. No Maracanã lotado, o clube carioca fez 3 a 1, mas caiu nos pênaltis.

Fluminense perdeu para a LDU nos pênaltis (Foto: Conmebol)

Outra zebra daquela edição foi mexicana. O América aprontou para cima do Flamengo no Maracanã. O Rubro-Negro venceu no México por 4 a 2, mas Cabañas brilhou no Maracanã. O América-MEX fez 3 a 0 e deixou o Fla no caminho nas oitavas de final. E o América também eliminou o Santos, nas quartas de final.

Zebra colombiana derrubou o Boca Juniors na final da Libertadores

Em 2007, o Flamengo foi surpreendido pelo Defensor nas oitavas de final. O clube carioca perdeu no Uruguai por 3 a 0. A vitória por 2 a 0 no Maracanã não foi suficiente.

Publicidade

Uma zebra histórica da Libertadores é o Once Caldas, campeão em 2004. No mata-mata, o time colombiano eliminou o Santos nas quartas de final, passou pelo São Paulo na semifinal e conquistou o título em cima do Boca Juniors.

Em 1994, a Unión Espanõla surpreendeu o Cruzeiro nas oitavas de final. O clube chileno venceu como mandante por 1 a 0 e segurou o empate sem gols em Minas.

Comentários