Publicidade

O PSG prepara a saída de Mauricio Pochettino e vai ter um novo técnico na próxima temporada. Segundo a “RMC Sport”, o clube francês já avisou ao argentino que ele não vai continuar. Isso em um contexto em que a negociação com Zidane avançou.

Comprado por um fundo de investimentos do Catar em 2011, o PSG não tem hesitado para trocar de técnico. Até mesmo nomes consagrados não conseguiram tocar um trabalho mais longo.

Galeria de Fotos

Obcecado em ganhar a Champions League, o PSG viu, nas duas últimas temporadas, dois conhecidos ganharem o título: Thomas Tuchel e Carlo Ancelotti. Por sinal, o técnico italiano foi o primeiro treinador badalado do Paris Saint-Germain endinheirado.

Relacionadas

Maurcio Pochettino PSG

Os técnicos do PSG na era ‘endinheirado’

Publicidade

Carlo Ancelotti assumiu o PSG em janeiro de 2012. O Paris Saint-Germain terminou a temporada 2011/2012 na segunda colocação do Campeonato Francês, a três pontos do Montpellier.

Ancelotti PSG Ancelotti na chegada ao PSG | Foto: BERTRAND GUAY/AFP via Getty Images

Ancelotti levou o PSG ao título francês na temporada 2012/2013. Já na Champions League, o Paris Saint-Germain caiu nas quartas de final, para o Barcelona. O técnico deixou o clube ao fim da temporada, para ir para o Real Madrid.

A bolada que a Juventus oferece para ter Pogba de volta

Publicidade

O PSG, então, apostou Laurent Blanc, que dirigiu a seleção francesa. Blanc é o dono do trabalho mais longo desta nova era do Paris Saint-Germain. Foram três temporadas seguidas à frente do time.

Dono do Almería entrega futuro de Darwin Núñez: será o Liverpool

Blanc foi tricampeão francês com o PSG. Já na Champions League ele caiu em três anos seguidos nas quartas de final, para Chelsea, Barcelona e Manchester City. Em 2016, ele rescindiu de forma amigável.

Publicidade

Manchester United otimista em tirar meia do Barcelona

O PSG, então, buscou um técnico que vinha se destacando pelo Sevilla, ganhando Ligas Europas. Unai Emery chegou para a temporada 2016/2017. De cara, uma decepção. A sequência de títulos do Francês foi interrompida. O Monaco, do então jovem craque Mbappé, faturou o torneio.

Real Madrid anuncia joia francesa

Publicidade

A frustração na Champions League também foi grande: queda para o Barcelona, nas oitavas de final, com requintes de crueldade. No jogo da ida, o PSG fez 4 a 0 na França. Contudo, levou 6 a 1 na Espanha, naquela histórica reviravolta espanhola.

Paris Saint-Germain persegue a Champions, mas…

Na temporada 2017/2018, com Neymar e Mbappé, Emery conquistou o título do Campeonato Francês. Entretanto, voltou a cair nas oitavas de final da Champions League, desta vez para o Real Madrid. O técnico deixou o time em 2018.

Unai Emery: duas temporadas no PSG (Foto: Divulgação)

O PSG, então, foi buscar um técnico que se destaca na Alemanha: Thomas Tuchel. O alemão foi campeão francês na primeira temporada (2018/2019) e caiu nas oitavas de final da Champions League, para o Manchester United.

Publicidade

Manchester City define preço para negociar Sterling

Tuchel foi o técnico que quase levou o PSG ao sonhado título da Champions League. Ele e o clube francês bateram na trave em 2020 – derrota na final para o Bayern de Munique.

Neymar PSG Champions League Tuchel bateu na trave com o PSG na Champions | Foto: Imago Images

O comandante alemão iniciou a temporada 2020/2021, mas foi demitido no caminho. No fim de dezembro, ele não resistiu ao momento irregular do time e ainda enfrentava problemas de vestiário.

Publicidade

Real Madrid desiste da contratação de Gabriel Jesus

O PSG buscou um nome identificado com o clube. Mauricio Pochettino defendeu o Paris Saint-Germain na época de jogador. Ele voltou como técnico cercado de expectativa. Pochettino não conseguiu recuperar o prejuízo e ficou em segundo lugar no Campeonato Francês de 2021. Na Champions League, caiu na semifinal para o Manchester City. Tuchel foi campeão com o Chelsea.

Arsenal e Juventus duelam por filho de Simeone

Publicidade

Pochettino viu o PSG montar um supertime para a temporada 2021/2022. Messi, Sergio Ramos, Donnarumma, Wijnaldum, Achraf Hakimi e Nuno Mendes. Entretanto, o Paris Saint-Germain foi irregular e sofreu com críticas. O time sobrou no Francês, do qual recuperou o título. Contudo, a eliminação na Champions League, para o Real Madrid, nas oitavas de final, pesou.

Comentários