Publicidade

Na briga por uma vaga na Copa do Mundo do Qatar, em 2022, o Peru foi até Caracas para enfrentar a Venezuela, lanterna das Eliminatórias Sul-Americanas. Os peruanos iniciaram o jogo com 14 pontos, fora da zona de classificação, mas fecharam o placar com vitória por 2 a 1, fechando a rodada com 17 pontos, vendo a Copa logo ali. Por sua vez, a Venezuela manteve com seus sete pontos conquistados, não vendo ninguém… atrás.

Lapadula celebra com os companheiros o gol que abriu o placar para o Peru, mas a Venezuela daria o troco - Foto: Edilzon Gamez/Getty Images Lapadula – usando máscara – celebra com os companheiros o gol que abriu o placar para o Peru, mas a Venezuela daria o troco – Foto: Edilzon Gamez/Getty Images

Leia também

Copa do Mundo de 2022 ganha forma: confira quem já está classificado

Holanda confirma vaga e garante retorno à Copa do Mundo

Publicidade

Sergio Ramos vê luz no fim do túnel e está perto de encerrar drama no PSG

Embalados, os peruanos partiram para resolver logo o jogo, abrindo o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque pela esquerda, Cueva chega na entrada da área e encontra Carrillo já na direita. O cruzamento veio na medida para Lapadula, que cabeceou firme para balançar a rede. Entretanto, o lance ainda teve análise do VAR, que confirmou logo a seguir, A Venezuela, no entanto, estava no jogo.

Na pressão

No segundo tempo, logo aos 6 minutos, veio o empate. Hernández recebeu na direita e cruzou na área. Machís apareceu livre nas costas da zaga e bateu firme, igualando o placar. Entretanto, teria mais emoção pela frente.

Publicidade

Aos 16 minutos da etapa final Cueva colocou o Peru na frente de novo no placar. Ele cobrou falta, mas ao tentar cortar de cabeça, Aristeguieta deu mais efeito à bola, enganando o goleiro Fariñez. A alegria peruana, no entanto, durou poucos minutos, pois a Venezuela teve pênalti a favor marcado aos 21 minutos. Mas, na cobrança, Gallese adivinha o canto em que Machís iria cobrar e defendeu. Na sequência, a zaga espantou a bola da da área.

Relacionadas

Marcelo Moreno corre para festejar o segundo gol da Bolívia - Foto: Javier Mamani/Getty Images
Senesi Feyenoord
Bale Real Madrid

Comentários