Publicidade

Aos 24 anos o atacante Raphinha viveu a sua noite mágica em Caracas. Ao entrar no intervalo do jogo contra a Venezuela, foi determinante ao participar dos três gols da Seleção Brasileira na virada por 3 a 1. O resultado garantiu os cem por cento de aproveitamento do time de Tite e o aproximou da Copa do Mundo. Ficar perto do Mundial é justamente a grande meta deste gaúcho, que rodou muito para chegar ao Leeds United, onde disputa a atual Premier League.

Raphinha começou no futebol de Várzea e rodou clubes menores do Rio Grande do Sul, como o Porto Alegre. Passou por times de projetos sociais e bateu na porta de Grêmio e Internacional. Mas foi recusado em ambos.

Raphinha abraça Anthony nno terceiro gol do Brasil (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A sorte mudou quando o Imbituba, de Santa Catarina, decidiu aposta no garoto. Teve sequência e foi parar no Avaí, onde despontou nas categorias de base. Logo chamou a atenção do ex-jogador Deco. O agente brasileiro naturalizado português o levou para Portugal.

MAIS! Os memes da vitória da Seleção Brasileira

Publicidade

Em Portugal defendeu o Vitória de Guimarães e pulou para o Sporting, onde ganhou a Taça da Liga. Assim passou uma temporada no Rennes da França e logo foi jogar no Leeds United, onde está cada vez mais firme. Chegou ao clube pelas mãos do técnico argentino Marcelo Bielsa custando 17 milhões de libras (R$ 123 milhões pela cotação da época).

Obediência tática é a arma

Raphinha Leeds Raphinha está em alta na Premier League (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)

Agora conhecido no Brasil, ele sonha com a Copa do Mundo.

– Espero ter colocado uma dúvida na cabeça do Tite, sempre respeitando meus companheiros – disse ele.

Relacionadas

Philippe Coutinho Barcelona

Publicidade

O segredo para se firmar ele tem.

– Faço o que o técnico pede. Tite pediu que fizesse o que faço no Leeds e procurei cumprir – disse ele.

O jogador passou a ter chances de virar titular no duelo contra a Colômbia, no próximo domingo. A Seleção Brasileira vai duelar com os colombianos a partir das 18h(de Brasília), em Barranquilla.

Comentários