Publicidade

Clubes da Premier League não querem liberar seus jogadores para a rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 fora do continente europeu. Assim a Seleção Brasileira e outras, como Argentina, Uruguai e Egito, por exemplo, podem ficar desfalcadas de peças importantes. Sem querer ceder as seleções pressionam e a Fifa pode ser obrigada a punir gigantes do futebol europeu com penas que podem inclusive chegar a perda de pontos ou rebaixamento em suas ligas.

No caso da Seleção Brasileira os jogadores que podem não se apresentar por decisão inglesa pertencem a Chelsea (Thiago Silva), Everton (Richarlison), Leeds United (Raphinha), Liverpool (Alisson, Fabinho e Roberto Firmino), Manchester City (Ederson e Gabriel Jesus) e Manchester United (Fred).

Alisson Alisson e Gabriel Jesus podem desfalcar Brasil (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

A situação desses clubes ficou ainda mais delicada depois que outras equipes da Premier League, como Tottenham e Aston Villa, concordaram em liberar os jogadores com medo de punições.

Publicidade

MAIS! Barcelona disse não para Cristiano Ronaldo

Segundo a imprensa inglesa, a Fifa vai punir os clubes ingleses porque a maior fonte de sua receita vem de jogos de seleções. Além disso a medida prejudicaria torneios mundiais. Assim se abrir o precedente poderá ver fragilizada a sua condição no futuro.

Relacionadas

Os clubes ingleses não querem ceder seus atletas porque o Governo da Inglaterra exige uma quarentena de pessoas que tenham vindo de outros continentes. Assim o presidente da Fifa, Gianni Infantino, já pediu ao governo britânico que intervenha e relaxe as exigências de quarentena para os jogadores. Mas não teve resposta.

Comentários