Publicidade

A Federação Inglesa abriu inquérito e acusa Edinson Cavani  de racismo, conforme decisão divulgada nesta quinta-feira (17). Tudo começou depois de sua história no Instagram, na qual ele chamou um amigo de “negro”. Segundo a FA, esse fato vai contra os comportamentos esperados dos profissionais ao se referir à “cor, raça e ou etnia de origem”.

Cavani observa a bola rolando durante treino - Foto: Manchester United Cavani (ao centro) tem até 4 de janeiro para se justificar diante da Federação Inglesa – Foto: Manchester United

A FA declarou:

“Edinson Cavani foi acusado de improbidade por violação da Regra E3 da FA, em conexão com uma postagem nas redes sociais na quinta-feira, 29 de novembro de 2020. “Alega-se que, contra o FA Rule E3.1, um comentário postado na página do jogador do Manchester United FC no Instagram foi insultuoso e ou abusivo e ou impróprio e ou desacreditado o jogo.

Publicidade

Por sua vez, o Manchester United não demorou a responder. O clube inglês alega que “não houve absolutamente nenhuma intenção maliciosa por trás dessa mensagem. Cavani removeu a publicação para evitar interpretações equivocadas. Mas o jogador tem até 4 de janeiro para responder às acusações, enquanto se aguarda uma possível sanção.

Leia também

Pepe sofre fatura na face e vai ser operado

Neymar e Mbappé pedem Dele Alli para o PSG ganhar a Champions League