Publicidade

“No Real Madrid é sempre assim: futebol ofensivo e espetacular. É isso que a história deste clube e da torcida exige ”, disse o técnico Carlo Ancelotti em sua apresentação no retorno ao clube. O italiano chegou com o slogan aprendido na primeira etapa e desde então deixou claro qual deve ser o estilo de sua equipe. E cumpriu: este Real Madrid é um vendaval ofensivo como está sendo demonstrado nos primeiros dias do Campeonato Espanhol.

Ancelotti Real Madrid Ancelotti está impossível no retorno ao Real Madrid, mas vai manter? | Foto: Imago Images

Em seis rodadas o time marcou 21 gols (3,5 por jogo), colocando-se de longe como o time com maior pontuação do campeonato.

Leia também

Faminto no mercado, Chelsea prepara bote em zagueiro da Juventus

Publicidade

Na história! Guardiola estabelece recorde no Manchester City

Ancelotti mostrou ter a chave do gol. Já nas duas primeiras temporadas como treinador do Madrid (2013-2014 e 2014-2015) a equipa destacou-se pela sua eficácia ofensiva. Foram marcados 322 gols em 119 jogos, a uma média de 2,7 por jogo.

No retorno do treinador, ele não diminuiu o ritmo. O Real Madrid tem sete jogos nesta temporada (seis na Liga e um na Champions League). Marcou 22 gols e em três desses jogos terminou os 90 minutos com quatro ou mais no placar: Alavés, Celta e Mallorca. Além disso, marcou três na visita ao Levante, na cidade de Valência.

Relacionadas

Ibrahimovic, Milan
Antonio Rüdiger Chelsea
Guardiola Manchester City

Recorde

Publicidade

Ancelotti está assinando a melhor performance de campeonato para um técnico do Real Madrid no século 21, considerando volume de gol. Só ele próprio em 2014-2015 e Mourinho em 2011-2012, ambos com 20 gols, chegaram perto desses números. Na verdade, o italiano está bem acima da média das últimas 22 temporadas (13,6). Também supera claramente o recorde do ano passado, quando neste ponto apenas nove foram marcados.

Assim, time trabalha, os jogadores estão radiantes e a torcida festeja. Ancelotti, através de seu “futebol espetacular”, conseguiu unir o Real Madrid. Mas agora vem o mais difícil, que é manter o time forte para poder brigar pelos títulos ao final da temporada.

Comentários