Publicidade

Amigos, amigos, final à parte. O duelo entre Neymar e Messi na decisão da Copa América entre Brasil e Argentina, neste sábado, às 21h (de Brasília), no Maracanã, é um capítulo à parte. Os craques vão concentrar as atenções em campo. Quem vai levar a melhor?

Esta será a segunda decisão entre os craques. Em 2011, no Mundial de Clubes, o Santos de Neymar não viu a cor da bola e levou 4 a 0 do Barcelona, com dois de Messi. O craque brasileiro vai dar o troco no Maracanã?

Neymar e Messi Brasil Argentina Neymar e Messi vão se reencontrar na final da Copa América | Foto: Imago Images

Os dois craques são acostumados a decisões. Messi já disputou 36, contando a final olímpica de 2008. Neymar tem 25 decisões no currículo, também levando em conta as duas finais olímpicas – 2012 e 2016. Muitas delas foram em parceria pelo Barcelona.

Relacionadas

Casemiro
Neymar

Publicidade

Os astros têm um bom aproveitamento em finais, mas o percentual de Neymar é melhor. Messi venceu 24 das 35 decisões (aproveitamento de 68,5%), enquanto Neymar foi campeão em 19 das 25 decisões (aproveitamento de 76%).

MAIS! La Liga não dá refresco: Messi pode se despedir do Barcelona

Messi leva vantagem sobre o brasileiro no quesito bola na rede. O astro argentino fez 31 gols em finais (todos pelo Barcelona), enquanto Neymar marcou 22 vezes.

As finais de Neymar na carreira

Publicidade

A final da Copa América será apenas a segunda do craque pela Seleção Principal. Na primeira, ele foi campeão da Copa das Confederações de 2013, no Maracanã, sobre a Espanha, e fez um gol. No mesmo estádio, em 2016, ele conquistou a sonhada medalha de ouro olímpica, com vitória nos pênaltis sobre a Alemanha. Ele fez o gol do Brasil no tempo normal. Em 2012, ele foi prata na Olimpíada de Londres, com derrota para o México.

Neymar Copa das Confederações de 2013 Neymar brilhou na Copa das Confederações de 2013 | Foto: Laurence Griffiths/Getty Images

Pelo Santos, Neymar disputou nove finais – venceu seis, com destaque para a Libertadores de 2011 e a Copa do Brasil de 2010 – e fez dez gols em decisões. Com a camisa do Barcelona, ele disputou sete decisões – ganhou seis, sendo o ápice a Champions League de 2015 – e balançou as redes sete vezes.

MAIS! Richarlison mostra confiança para a final da Copa América

Galeria de Fotos

Publicidade

No PSG desde a temporada 2017/2018, Neymar já disputou seis finais pelo clube e venceu cinco – a única que perdeu foi a da Champions League, para o Bayern de Munique, em 2020 – e fez três gols.

As finais de Messi na carreira

O craque tenta tirar a Argentina da fila e conquistar um título na Seleção Principal pela primeira vez. Messi já bateu na trave quatro vezes – perdeu três decisões de Copa América (2007, 2015 e 2016) e a Copa do Mundo de 2014. Ele não marcou nestes jogos. A glória de Messi é olímpica – a medalha de ouro em 2008, na China (passou em branco na decisão).

Messi Copa do Rei Messi no último título pelo Barcelona | Foto: Imago Images

Pelo Barcelona, Messi já entrou em campo em 31 finais – ganhou 23, com destaque para três Champions League – 2009, 2011 e 2015. O craque também tem uma rotina de decisões de Supercopa da Espanha (11 finais), Copa do Rei (dez decisões), além Supercopa da Europa (quatro finais) e Mundiais de Clubes (três).

Comentários