Publicidade

Neymar e Cavani não estão zerados, apesar dos abraços em campo (Foto: Instagram) Neymar e Cavani não estão zerados, apesar dos abraços em campo (Foto: Instagram)

Neymar e Cavani ainda não estão zerados. Eles voltaram a campo pela primeira vez, após a polêmica sobre cobrança de pênaltis no PSG. O episódio deixou claro um desentendimento sério entre os dois, virando tema do noticiário esportivo mundial. Nesta quarta-feira, o PSG detonou o Bayer de Munique, em Paris, despachando o time alemão por 3 a 0, pela fase de grupos da Liga dos Campeões.

Daniel Alves, Cavani e Neymar marcaram. Os dois últimos se abraçaram nas comemorações, mas será que ainda há rusgas?

Publicidade

“Não. É que inventam muita história, falam demais. Falam coisas que não sabem, tentam entrar no nosso privativo, no nosso vestiário, e acabam falando demais. Aí acabam falando coisas que não existem, mas está tudo certo”, disse Neymar após a partida.

Fato é que Cavani silenciou e a impressão que fica é que Neymar faz um jogo político. Já o uruguaio parece não engolir esse protagonismo do brasileiro. Assim, pelo menos ao que parece, Neymar e Cavani ainda não estão zerados.

A verdade é que Neymar já deu mostras de que é osso duro de roer, quando o assunto é relacionamento. Relembramos outras situações parecidas envolvendo o jogador brasileiro. Confira.

Publicidade

Neymar e Rafinha

Palavrão e até tapa entre Neymar e Rafinha, sendo os dois do mesmo time Palavrão e até tapa entre Neymar e Rafinha, sendo os dois do mesmo time

Em setembro do ano passado, Neymar e Rafinha Alcântara se desentenderam em campo. O fato ocorreu durante a goleada do Barcelona por 5 a 1 sobre o Leganés, pelo Campeonato Espanhol. O bate-boca ocorreu durante a cobrança de uma falta pelo adversário.

Rafinha puxou a camisa de Neymar para formar a barreira, mas o menino da Vila não gostou: “Me solta, caralho, porra!”, disse, antes de dar um tapa na mão de Rafinha. Ainda durante a discussão sobrou um “filho da puta” também da boca de Neymar.

Publicidade

Os panos quentes foram colocados no perfil de Neymar no Instagram: “Briga de irmãos”, dizia o post, na época.

Neymar e Nélson Semedo

O Barcelona treinava para encarar o Real Madrid durante pré-temporada. Neymar levou pancada e... Neymar e Cavani ainda não estão zerados: o Barcelona treinava para encarar o Real Madrid durante pré-temporada. Neymar levou pancada e…

Neymar e Nélson Semedo se desentenderam durante preparação do Barcelona, em julho do ano passado. Era pré-temporada do time espanhol, em Miami. O time catalão se preparava para o jogo da International Champions Cup, contra o Real Madrid.

Publicidade

Leia mais
O que realmente importa na polêmica do gol de mão de Jô
Paolo Guerrero e o desafio de fazer história no Flamengo
Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo brigam por prêmio da Fifa
Espanhóis não dão descanso a Neymar
Os memes da bola deste fim de semana

Neymar se irritou quando o lateral português entrou de forma dura e quis tirar satisfações com o ex-jogador do Benfica e os dois chegaram a se pegar. Afastados, Semedo virou costas ao brasileiro, mas Neymar insistiu e tentou dirigir-se a ele, para logo ser travado por Busquets.

Neymar e Carlos Vela quase partiram para o tapa Neymar e Carlos Vela quase partiram para o tapa

Neymar e Carlos Vela

Publicidade

A desavença aconteceu nas quartas de final da Copa del Rey, no início deste ano. Neymar e Carlos Vela se envolveram em discussão e troca de agressões. Depois da entrada dura, Neymar foi tirar satisfação e deu uma cabeçada no rival. O mexicano, por sua vez, meteu a mão na cara do brasileiro.

Neymar e torcedor do Manchester City

Essa ocorreu em fevereiro de 2015. Era jogo de ida da Liga dos Campeões, já na reta final da partida. Sentado no banco de reservas, após substituição, bem próximo aos torcedores do City, Neymar começou a ser provocado por um jovem fã do City. Vestido com a camisa de Yayá Touré, o inglês falava muito com o brasileiro e fazia gestos de cai-cai com as mãos. Após resistir por alguns segundos, o brasileiro passou a encará-lo e depois o chamou para a briga.

Publicidade

O árbitro terminou o jogo e Neymar saiu de saiu posição para ir até o local onde o provocador o aguardava. Ficaram cara a cara, mas os seguranças evitaram que chegassem às vias de fato. Sob pedidos para que parassem com a briga, cada um seguiu o seu destino.