Publicidade

Quanto vale um técnico? Bem, as cifras podem impressionar. O Bayern de Munique confirmou a contratação de Julian Nagelsmann, do Leipzig. Agora, o treinador, de apenas 33 anos, é o mais caro da história do mercado da bola. O Bayern não divulgou o valor, mas a imprensa alemã indica que o clube pagou 25 milhões de euros (R$ 164 milhões) para tirá-lo do rival. É ou não é uma cifra de “respeito” para ter um técnico?

Nagelsmann Nagelsmann vai assumir o Bayern de Munique | Foto: Imago Images

Nagelsmann supera André Villas-Boas, com certa folga, e se transforma no técnico mais caro do mercado da bola. O jornal “Sport”, da Espanha, listou os treinadores que mais custaram.

Os técnicos mais caros do futebol

1º – Julian Nageslmann

Sensação da Bundesliga, Nagelsmann vai assumir o Bayern de Munique em substituição a Hansi Flick. O Bayern vai pagar 25 milhões de euros (R$ 164 milhões) ao Leipzig.

Nagelsmann Nagelsmann é sensação na Bundesliga | Foto: Imago Images

2º – André Villas-Boas

Publicidade

Em 2011, para tirar o técnico português do Porto, o Chelsea pagou 15 milhões de euros (R$ 98 milhões, na cotação atual).

André Villas-Boas perde o posto (Foto: Uefa)

3º – Brendan Rogers

O Leicester pagou 10,9 milhões de euros (R$ 71 milhões, na cotação atual) para tirar o técnico do Celtic, em 2019.

Brendan Rogers Leicester Brendan Rogers está em alta no Leicester | Foto: Imago Images

4º – Rúben Amorim

Em 2020, o Sporting pagou 10 milhões de euros (R$ 65 milhões, na cotação atual) para tirar o técnico do Braga.

Rúben Amorim Sporting Rúben Amorim vai correspondendo o investimento | Foto: Sporting / Divulgação

5º – José Mourinho

Publicidade

Campeão da Champions League com a Inter de Milão, Mourinho foi para o Real Madrid em 2010. O clube merengue pagou 8 milhões de euros (R$ 52 milhões, na cotação atual).

Mourinho na época de Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

6º – Mark Hughes

Em 2008, o Manchester City tirou o técnico do Blackburn Rovers por 6,2 milhões de euros (R$ 40 milhões, na cotação atual).

Mark Hughes Manchester City Mark Hughes com Tévez no City | Foto: Imago Images

6º – Brendan Rogers

Aparece mais uma vez na lista. Em 2012, o Liverpool pagou 6,2 milhões de euros (R$ 40 milhões, na cotação atual) ao Swansea para ter Rogers.

Brendan Rogers Liverpool Brendan Rogers orienta o brasileiro Lucas Leiva na época de Liverpool | Foto: Imago Images

8º – Manuel Pellegrini

Publicidade

O Real Madrid, em 2009, tirou o técnico chileno do Villarreal por 4 milhões de euros (R$ 26 milhões, na cotação atual).

Pellegrini Real Madrid Pellegrini comandou o Real Madrid por uma temporada | Foto: Imago Images

9º – Carlo Ancelotti

Em 2013, para tirar o técnico italiano do PSG, o Real Madrid pagou 3,8 milhões de euros (R$ 24 milhões, na cotação atual).

Carlo Ancelotti, campeão pelo Real Madrid (Foto: Divulgação UEFA) Ancelotti ganhou Champions League com o Real Madrid | Foto: Uefa

10º – Sergio Conceição

O Porto foi buscar o técnico português no Nantes, em 2017, por 3 milhões de euros (R$ 19 milhões, na cotação atual).

Sérgio Conceição tem trabalho sólido no Porto (Foto: Imago)

Comentários