Publicidade

O chapéu no futebol vai além das quatro linhas. Acontece também no mercado da bola. É quando um clube atravessa o outro e leva a melhor em uma contratação. Recentemente, aconteceu com Botafogo e Corinthians em relação ao técnico Luís Castro – o clube carioca superou o paulista, mas ainda define os últimos detalhes pelo português.

O Botafogo, então, deu a “deixa” para relembrar chapéus famosos do mercado da bola na Europa. A maioria envolve jogadores brasileiros. E dois balões foram no início desta temporada.

Galeria de Fotos

O Manchester United não quis correr o risco de ver Cristiano Ronaldo no rival City e atropelou. Quando a imprensa europeia apontava que CR7 estava perto do time de Pep Guardiola, o United entrou com força na jogada e acertou o retorno do astro.

Relacionadas

Mbappé
Haaland

Publicidade

Outro chapéu recente foi dado pelo PSG em cima do Barcelona. O clube francês atropelou o rival e garantiu a contratação de Wijnaldum.

Mercado da bola pode ser cruel

O Barcelona já deu balão para contratar um jogador brasileiro. Malcom, em 2018, chegou a ser anunciado pela Roma. Faltavam exames médicos. O Barça entrou em ação e levou o atacante.

Malcom mercado da bola Malcom teve rápida passagem pelo Barcelona | Foto: Twitter Barcelona / Divulgação

Também em 2018, outro chapéu que deu o que falar foi o envolvendo Jorginho. Ele estava a caminho do Manchester City. Entretanto, o Chelsea atropelou, “embalado” pela chegada de Maurizio Sarri, técnico que trabalhou com o brasileiro, naturalizado italiano, no Napoli.

Publicidade

MAIS! Pochettino aborda drama e dá força a Sergio Ramos no PSG

Guardiola também ficou a ver navios em relação a Daniel Alves, com quem trabalhou no Barcelona. Em 2017, o PSG foi na de Neymar e contratou o lateral-direito.

MAIS! Anelka revela conversa com Pogba e abre caminho para o PSG

Publicidade

O Manchester City não leva apenas chapéu. Em 2008, Robinho estava apalavrado com o Chelsea. O Real Madrid ficou na bronca. O City se aproveitou e contratou o atacante.

MAIS! Juventus ‘marca de perto’ e mira lateral-esquerdo brasileiro

Outro chapéu histórico foi que Mourinho fez o Chelsea dar no Tottenham. Ele soube que Willian faria exames médicos em Londres para assinar com o rival e deu o balão pelo atacante.

Comentários