Publicidade

O técnico José Mourinho amargou a primeira derrota à frente da Roma nesta temporada. Após engatar seis vitórias seguidas, o clube italiano perdeu para o Verona, fora de casa. O comandante mantém a serenidade.

– Estou triste com este resultado, mas temos de nos manter equilibrados. Sei perfeitamente por que estou aqui, pelo meu nível de experiência e maturidade, mas não deixar as pessoas eufóricas após três vitórias nem deprimidas após uma derrota. Temos muito trabalho pela frente – declarou Mourinho.

Mourinho Roma Mourinho tira pressão da Roma | Foto: Imago Images

O técnico português, então, tratou de tirar a pressão da Roma. Para Mourinho, neste momento, a cobrança não pode ser para brigar por títulos. O foco é passo a passo.

Relacionadas

Koeman Barcelona
Luka Jovic Real Madrid
Luis Díaz Porto

Publicidade

– Tentam nos colocar no mesmo grupo de times que na época passada conseguiram mais 20, 25 pontos que a Roma. Deixem-nos em paz, para o bem e para o mal. Não somos candidatos a nada, apenas a vencer o próximo jogo. Temos de transformar a tristeza em motivação, não em desilusão. Vamos percorrer o nosso caminho com tranquilidade e ambição – acrescentou.

MAIS! Ida para o Qatar pode ser rota para James Rodríguez chegar ao PSG

Nesta quarta-feira, o técnico também foi indagado sobre reforços. Mourinho desconversou sobre novidades para a Roma em janeiro.

Publicidade

MAIS! Manchester United pode buscar substituto para Pogba no Milan

– O mercado está fechado e já falam de reforços, mas eu não. Nunca falei do mercado depois das seis vitórias que conquistamos, agora perdemos um jogo e também não tenho nada a dizer – respondeu.

Comentários