Publicidade

O Milan vive uma situação delicada com um dos principais nomes do elenco: Franck Kessié. O volante marfinense, de 24 anos, tem contrato até 2022. Segundo o “Tuttosport”, ele recusou a última oferta de renovação, de 6,5 milhões de euros (R$ 40,6 milhões) por temporada, contando com bônus considerados acessíveis.

Sendo assim, acrescenta a publicação, o Milan já estuda a possibilidade de vender o volante marfinense em janeiro. O clube italiano quer evitar ou remediar dois “traumas” recentes. O Rubro-Negro perdeu de graça Çalhanoglu e Donnarumma.

Franck Kessié Milan Kessié dá dor de cabeça ao Milan | Foto: Imago Images

O meia e o goleiro também eram pilares do Milan. Entretanto, o clube italiano não chegou aos valores pedidos pelos dois, que se despediram do clube. Eles tinham vínculo até junho. Çalhanoglu foi para a rival Inter de Milão, enquanto Donnarumma foi para o PSG.

Relacionadas

Álvarez Uruguai
Timo Werner

Publicidade

Por sinal, o clube francês é apontado como interessado em Kessié. O clube francês está disposto a atender os pedidos salariais do jogador e contratá-lo em junho. Entretanto, caso o Milan decida vendê-lo em janeiro, o Paris vai precisar desembolsar algo pela transferência, mesmo que seja um valor menor do que o volante custa, por estar em fim de contrato.

MAIS! Boleto pesado: Barcelona vai ter conta a pagar por Philippe Coutinho

Kessié está no Milan desde a temporada 2017/2018. Ele se transformou em peça-chave do time. Na última temporada, marcou 14 gols e deu quatro assistências em 50 jogos.

Comentários