Publicidade

Da felicidade pelo título da Copa América, ao choque pela saída do Barcelona. Messi viveu meses intensos. Em entrevista à “France Football”, o craque argentino deu detalhes da surpresa que foi o processo de adeus ao clube espanhol.

– Tinha ideia de assinar o contrato de renovação e de regressar aos treinos à parte. Pensava que tudo estava tratado e que só faltava a minha assinatura. Mas, quando cheguei a Barcelona, disseram-me que já não era possível, que não podia ficar. Que tinha de encontrar outro clube porque o Barça não tinha dinheiro – declarou Messi.

Messi Barcelona Messi na despedida ao Barcelona | Foto: Eric Alonso/Getty Images

E ele passou por isso logo após um momento emblemático da carreira dele: conquistar um título pela seleção argentina.

Relacionadas

Messi e Laporta Barcelona
Vlahovic Fiorentina
Philippe Coutinho Barcelona

Publicidade

– Aconteceram coisas muito fortes neste verão. Comecei pela Copa América, vivi momentos extraordinários com a seleção. Foi sensacional ganhar aquele título, sonhava com isso havia muito tempo. E vencer finalmente o Brasil no Brasil foi incrível – disse.

A tristeza de Messi por deixar Barcelona

A felicidade pela glória com a Argentina logo deu lugar a um momento complicado. Deixar o Barcelona, clube que chegou ainda criança e defendeu profissionalmente por 17 temporadas, não foi fácil.

Vai dar? Veja 5 motivos que podem tirar o hexa da Seleção Brasileira

Publicidade

– Tive de mudar os planos. Deixar Barcelona foi uma sensação estranha, como quando deixei Rosário para Barcelona. Foi extremamente duro de absorver, deixar a nossa casa e mudar completamente as rotinas da família. Passaram muitas coisas pela minha cabeça, mas não tinha outra opção senão ir embora e tinha de aceitar. Senti emoções contraditórias. Feliz por tudo o que vivi com a minha seleção, mas ao voltar à Europa algo muito estranho: deixar Barcelona, a minha casa, onde passei muitos anos – declarou.

MAIS! Barcelona busca volante no mercado da bola e tem alvos no radar

No dia 5 de agosto, o Barcelona anunciou que não seria possível manter Messi. Foi a partir daí, segundo o craque, que ele chegou a acordo com o PSG.

Publicidade

– O Barça fez o comunicado e depois me perguntei o que fazer. Tinha de encontrar um novo clube para continuar a minha carreira e tive a sorte de ser contactado por vários. Recebi outras propostas, mas tenho de admitir que chegamos rapidamente a um acordo com o PSG – afirmou.

Neymar, Di María e Paredes marcaram Messi de perto. O trio do PSG ficou em contato constante com o craque.

– Eles me perguntavam regularmente quando é que me ia juntar a eles, mas sempre em tom de brincadeira, porque sabiam que a minha intenção era ficar no Barcelona. Por isso, também foi uma surpresa para eles quando disse que ia assinar pelo PSG – concluiu.

Comentários