Publicidade

A lista da revista “Forbes” que mostrou os jogadores de futebol mais ricos do mundo no último ano continua dando o que falar. Isso porque Lionel Messi está dando um banho em Cristiano Ronaldo quando o assunto é faturamento. O craque argentino faturou R$ 360 milhões a mais que o português no período analisado pela revista, entre 1 de maio de 2021 e 30 de abril de 2022.

Messi PSG Messi vem enchendo o bolso de dinheiro | Foto: PSG / Divulgação

Segundo a reportagem, Cristiano Ronaldo ganhou 60 milhões de dólares (cerca de R$ 308 milhões) de maio de 2021 a abril de 2022. O craque português viu parte de seus vencimentos diminuírem consideravelmente com a ida para o Manchester United. Além disso a má fase do clube inglês atrapalha no quesito publicidade.

Lionel Messi ganhou no período 130 milhões de dólares (cerca de R$ 668 milhões). Já Neymar, que aparece em segundo lugar, ganhou 95 milhões de dólares (aproximadamente R$ 488 milhões). Apesar de receber bem mais do que Cristiano Ronaldo, o brasileiro ganha menos do que seu companheiro de PSG.

Relacionadas

Guardiola
Gallardo
Philippe Coutinho Aston Villa

Publicidade

Segundo a “Forbes” os números de ganhos em campo incluem todos os prêmios em dinheiro, salários e bônus. Os números de ganhos fora do campo são uma estimativa de acordos de patrocínio, taxas de aparição e receita de licenciamento para os 12 meses anteriores a 1º de maio de 2022, além de retornos em dinheiro de quaisquer negócios operados pelo atleta, com base em conversas com especialistas do setor.

Abismo deve aumentar

Cristiano Ronaldo Manchester United Cristiano Ronaldo não vive um grande momento nas finanças | Foto: Michael Steele/Getty Images

A “Forbes” não inclui rendimentos de investimentos, como pagamentos de juros ou dividendos, mas contabiliza pagamentos de participações que os atletas venderam. A revista não deduz impostos ou taxas de agentes.

O abismo entre os ganhos de Neymar e Messi em relação ao que recebe Cristiano Ronaldo deve aumentar ainda mais na próxima divulgação, em 2023. Isso porque o Manchester United não conseguiu se classificar para a Champions League, torneio que representa muito em termos de direitos de imagem e publicidade. O PSG estará na competição.

Comentários