Publicidade

Foi um mercado de inverno, vamos dizer, aquecido. A janela de transferência fechou nesta quarta-feira após intensa movimentação. O jornal “Marca”, da Espanha, fez um levantamento de quanto foi gasto pelos clubes das cinco principais ligas (Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália e França) da Europa. O valor assusta: 900 milhões de euros, cerca de R$ 3,5 bilhões. O Barcelona foi o campeão entre os clubes.

Philippe Coutinho foi a transação mais cara da história do Barcelona | Foto: Divulgação Barcelona

O campeão do mercado de inverno, aquele time que mais gastou, foi o Barcelona. O clube espanhol desembolsou 131,8 milhões de euros (cerca de R$ 520 milhões) para contratar Philippe Coutinho e Mina. A conta vai aumentar, de acordo com as bonificações previstas na negociação pelo brasileiro (são 40 milhões de euros, ao todo, em metas).

Leia mais

Publicidade

Aubameyang troca o Borussia Dortmund pelo Arsenal
Rennes usa mesma moeda para responder provocação de Neymar
Barcelona aumenta oferta e se aproxima de acordo com Grêmio por Arthur
Manchester City chega à casa de R$ 1 bilhão em reforços para defesa

O Campeonato Espanhol movimentou 300 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão) em 52 operações. Atlético de Madrid e Barcelona, somados, gastaram 216 milhões de euros (R$ 850 milhões): 72% do total. O valor poderia ter sido ainda maior. Porém, 69% das transações foram a custo zero. Uma curiosidade e “inversão de papéis”. O Real Madrid, antigo rei do mercado, foi o único clube da Liga que passou em branco na janela e não contratou ninguém.

A líder da janela

A Premier League foi a responsável pela maior movimentação de grana, sob a batuta de Arsenal, Liverpool, Manchester City, Chelsea e Everton. Foram 38 negociações, num valor total de 455 milhões de euros (cerca de R$ 1,8 bilhão). No último dia da janela, o Arsenal contratou Aubameyang, ex-Borussia Dortmund, por R$ 240 milhões.

Publicidade

A Bundesliga gastou 73 milhões de euros no mercado de inverno (cerca de R$ 290 milhões). O Campeonato Francês aparece na quarta colocação, com 45 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões). O Campeonato Italiano ficou na lanterninha, com pouco mais de 26 milhões de euros (cerca de R$ 102 milhões) – o Suassolo foi o dono da maior transação (7 milhões de euros pelo lateral-direito Pol Lirola).

Os clubes que mais gastaram

1º – Barcelona – 131,8 milhões de euros
2º – Liverpool – 78,8 milhões de euros
3º – Manchester City – 71,5 milhões de euros
4º – Atlético de Madrid – 66 milhões de euros
5º – Arsenal – 65,8 milhões de euros

As contratações mais caras

1º – Philippe Coutinho (Barcelona) – 120 milhões de euros
2º – Van Dijk (Liverpool) – 78,8 milhões de euros
3º – Diego Costa (Atlético de Madrid) – 66 milhões de euros
4º – Laporte (Manchester City) – 65 milhões de euros
5º – Aubameyang (Arsenal) – 63,8 milhões de euros

Publicidade

* Números do site “Transfermarkt”