Publicidade

O Chelsea vai precisar mudar os planos e procurar outra alternativa no mercado da bola, porque o Manchester City fechou a porta na cara do rival. O City não vai vender o zagueiro Nathan Aké.

O City estava disposto a fazer negócio, mas o Chelsea não pretende chegar aos 50 milhões de euros (R$ 273,4 milhões), valor pretendido pelo rival para liberar Aké. Assim, a negociação de semanas ruiu.

Nathan Aké Manchester City Reviravolta envolvendo Nathan Aké | Foto: Catherine Ivill/Getty Images

Aké, de 27 anos, está no Manchester City desde 2020. Na primeira temporada, pouco jogou (foram apenas 13 jogos). Na última, foi utilizado em 27 partidas – marcou três gols.

Relacionadas

Moussa Dembélé
Cristiano Ronaldo Manchester United

Publicidade

O zagueiro holandês era uma alternativa do Chelsea para reestruturar o sistema defensivo. O clube se despediu de Andreas Christensen e de Antonio Rüdiger. Aké é um velho conhecido – passagem pela base do Chelsea e poucas oportunidades no time principal.

Atlético de Madrid busca resolver problema da lateral na Itália

Em paralelo a Aké, o Chelsea já deu outro bote no mercado da bola e acertou a contratação de Kalidou Koulibaly, do Napoli. Kimpembe, do PSG, está na mira. O clube trabalha com a perspectiva de se reforçar com três zagueiros.

Comentários