Publicidade

O Manchester City conseguiu um objetivo no mercado da bola e agora tenta desenrolar o outro sonho de consumo: Harry Kane. Entretanto, o Tottenham faz jogo duro e não se assusta nem tampouco com a rebeldia do artilheiro. Kane não se apresentou nesta semana.

Após garantir a contratação de Jack Grealish, ex-Aston Villa, o Manchester City volta as baterias para Harry Kane, mas com cautela. Pelo menos este é o discurso de Pep Guardiola.

Harry Kane Manchester City Harry Kane está no centro da polêmica na Inglaterra | Foto: Uefa

– Ele é jogador do Tottenham. Se eles não quiserem negociar, acabou-se. Se estiverem abertos a isso, penso que não só o City, mas vários clubes no mundo vão querer contratá-lo. Nós não somos exceção, mas depende do Tottenham. É diferente do Grealish, porque ele tinha cláusula. O Kane é excepcional, é um atacante extraordinário e claro que estamos interessados, mas se o Tottenham não quiser, não há nada a dizer. Se quiser, vamos tentar – declarou Guardiola, nesta sexta-feira.

Relacionadas

Harry Kane
Guardiola
Gabriel Jesus

Publicidade

Harry Kane quer. Ele já falou publicamente que deseja mudar de ares. A sinalização de não se apresentar também indica que ele está disposto a forçar a barra para sair. A questão é o Tottenham. O clube não pretende aliviar.

LEIA MAIS! Chelsea solicita reunião urgente e entra na briga por Messi

Segundo a imprensa inglesa, o Tottenham até aceitar negociar o artilheiro, mas deseja um caminhão de dinheiro, algo na casa de 180 milhões de euros (R$ 1 bilhão). Este preço assusta o Manchester City. Entretanto, o clube continua na parada.

Comentários