Publicidade

Liga dos Campeões

As oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa começam a ser disputadas na semana que vem. A briga por uma vaga nas quartas de final da competição de clubes mais importante do velho continente contará alguns dos melhores times do mundo. Culés, Merengues, Blues e Dragões, entre outros, entrarão em campo para a alegria dos torcedores.

Ficou boiando ao ler os “nomes” dos times? O Mais Que Um Jogo preparou uma lista com os apelidos dos 16 clubes classificados para as oitavas de final da Liga e suas respectivas explicações. Confira!

Publicidade

Barcelona – Barça, Blaugrana ou Culés

Barça é o mais comum, Blaugrana (Azul e Vermelho) é o mais óbvio, mas Culés (bundas) é o mais interessante. O termo surgiu no início do século 20, quando o time mandava seus jogos em um pequeno estádio com capacidade para apenas seis mil pessoas. Quem não conseguia lugar na arquibancada, acabava se sentando no muro que cercava o campo, ficando com a bunda virada para a rua.

Basel – Bebbi

Publicidade

Nos séculos 18 e 19 o nome Johann Jakob era muito comum na Basileia, e pessoas com esse nome ganhavam o apelido de Bebbi. Com a grande popularidade do nome, os jogadores do Basel começaram a serem chamados de Bebbi.

Bayern de Munique – Die Roten (Os Vermelhos)

Seis anos após sua fundação, o Bayern fez uma parceria com o Münchner Sport-Club para usar seu campo e suas instalações. Com apenas uma condição: que ele trocasse seus calções pretos por outros vermelhos. A partir daí, o Bayern passou a ser chamado de Die Roten (Os Vermelhos).

Publicidade

Besiktas – Black Eagles (Águias Negras)

O apelido começou quando o time ficou invicto durante toda a temporada 1940/1941. Em uma partida, o Besiktas vencia o Süleymaniye por 1 a 0 e continuava a atacar implacavelmente. De acordo com a história, o pescador Mehmet Galin começou a gritar da arquibancada “Vamos, Águias Negras” e logo foi acompanhado pelos demais torcedores. No fim, o time conquistou a vitória por 6 a 0 e ganhou um novo apelido.

Chelsea – The Blues (Os Azuis)

Publicidade

O uniforme do Chelsea sempre foi azul. Primeiramente o time usou um tom mais claro, usado no uniforme da escola pública onde estudou seu primeiro presidente. O tom de azul utilizado até os dias de hoje foi adotado em 1912. Muito popular em Stamford Bridge, a música “Blues is the Color” começou a ser utilizada pelos torcedores na Liga da Liga Inglesa de 1972.

Juventus – Vecchia Signora (Velha Senhora)

Existe um debate em torno da origem deste apelido. A mais conhecida vem da família Agnelli, que comprou o clube em 1920. Naquela época, a classe operária se referia a elite como “vecchios signores” (velhos senhores) e, levando em conta a posição dos novos donos do clube, passaram a chamar a Juventus de “vecchia signora”.

Publicidade

Liverpool – The Reds (Os Vermelhos)

Os famosos Reds já foram azuis, até 1894, quando adotaram camisas vermelhas. A partir dos anos 1960 o time passou a vestir a cor dos pés à cabeça, ganhando o apelido.

Manchester City – Citizens (Cidadãos) ou The Sky Blues (Azuis Celestes)

Publicidade

Citizens (cidadãos) é uma extensão de City (cidade) e é como são chamados os torcedores do clube. Sky Blues (azuis celestes) é, obviamente, em relação à cor do céu.

Leia também:
Pepsi renova contrato com a UEFA
Neymar vira embaixador de gigante chinesa de tecnologia
Barcelona de Valverde faz história e supera marca de Guardiola
Crise no Real Madrid pode sobrar para Keylor Navas
Neymar tem razão: apanha mais na França do que na Espanha
Mercado de inverno movimenta R$ 3,5 bilhões: Barcelona é o campeão
Rennes usa mesma moeda para responder provocação de Neymar

Manchester United – The Red Devils (Diabos Vermelhos)

Publicidade

O United era conhecido como Heathens, pois era da área de Newton Heath, em Manchester. Na década de 1960, porém, por sugestão do então técnico Matt Busby, a equipe adotou o apelido Red Devils (diabos vermelhos), utilizado pelo time local de rugby. Nos anos 1970, o diabo passou a fazer parte do escudo do clube.

Paris Saint-Germain – PSG

Os jornalistas até que tentam usar apelidos como “Les Rouge-et-Bleu” (os Vermelhos e Azuis) ou Les Parisiens (os Parisienses), mas os torcedores gostam mesmo das iniciais do time.

Publicidade

Porto – Dragões

O Dragão é um símbolo da cidade do Porto desde o século 19, representando o espírito de luta e a invencibilidade. O clube o colocou em seu escudo em 1922, por sugestão do ex-jogador Augusto Baptista Ferreira.

Real Madrid – Merengues (Suspiros)

Um comentarista de rádio começou com o apelido quando resolveu associar o uniforme branco ao suspiro, doce feito com clara de ovo e açúcar.

Roma – I Lupi (Os Lobos)

O lobo é o símbolo de Roma. Quando o avô de Rômulo e Remo foi deposto por seu irmão, o usurpador ordenou que os gêmeos fossem lançados no rio Tibre. Eles foram salvos por um lobo e, mais tarde, Rômulo fundou Roma.

Sevilla – Palanganas (Bacias)

Este é mais um apelido de origem duvidosa. Uma explicação é que o Estádio Ramón Sánchez Pizjúan se parece com uma bacia. A outra é que as bacias do início do século 20 eram brancas com faixas vermelhas, assim como o uniforme do clube.

Shakhtar Donetsk – Pitmen (Mineiros)

Este apelido está relacionado às minas de carvão localizadas em Donetsk. Shakhtar significa mineiro em ucraniano. Há um martelo e uma picareta no escudo do clube em homenagem a esses trabalhadores.

Tottenham – Spurs

O apelido é uma abreviação de Hotspur, que vem de Harry Hotspur, nobre inglês personagem de Henrique IV, de Shakespeare, famoso por suas esporas e por seus galos de briga.