Publicidade

Sem vencer na altitude de La Paz desde 2005 a Argentina conseguiu quebrar o jejum e derrotou a Bolívia nesta terça-feira, no Estádio Hernando Siles, em La Paz, pela segunda rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar. O triunfo por 2 a 1 fez os argentinos se manterem com cem por cento de aproveitamento, chegando aos seis pontos ganhos. Já os bolivianos, goleados por 5 a 0 pelo Brasil na estreia, ainda não pontuaram.

Bolívia e Argentina fizeram um jogo equilibrado (Foto: AFA)

A Argentina iniciou o jogo em um ritmo muito lento e acabou pagando um prçeo caro. A Bolívia conseguiu abrir o marcador aos 23 minutos. Chumacero cruzou da esquerda e Marcelo Moreno, livre de marcação, cabeceou sem esforços para fazer o gol de abertura do placar.

Leia também

Messi, Hazard, Griezmann… os jogadores mais valiosos do Espanhol
Sevilha planeja tirar meio campo brasileiro do Porto

Publicidade

Apesar do gol sofrido a Argentina não perdeu o equilíbrio e tocava a bola tentando administrar a altitude e seus efeitos. Aos 44 minutos os argentinos empataram graças a um erro do zagueiro Carrasco. Após tentar cortar a bola dentro da pequena área ele chutou em cima de Lautaro Martínez e a redonda foi morrer no fundo da rede.

Argentina voltou pressionando

A bola bate em Lautaro antes de entrar no primeiro gol argentino (Foto: AFA)

Na volta para o segundo tempo a Argentina voltou com mais atitude e pressionou a Bolívia. aos 20 minutos Lautaro recebeu na área e chutou sobre o gol. Aos 29 minutos o atacante da Inter de Milão voltou a ter uma chance. Ele foi lançado na área, mas chutou e Carlos Lampe fez grande defesa.

De tanto insistir a Argentina foi premiada com o segundo gol 33 minutos. Lautaro Martínez fez boa jogada individual após passe de Lionel Messi. Ele rolou e Corrêa chutou para o fundo da rede. O goleiro se esforçou. Mas não conseguiu evitar o gol. O lance foi analisado pelo VAR por suspeita de impedimento. Entretanto corretamente o gol foi confirmado. Assim a Argentina se tranquilizou.

Publicidade

A Bolívia pressionou após o jogo. Mas de forma desorganizada. Além disso faltava qualidade. Assim a Argentina conseguiu administrar o placar até o fim.

As duas seleções voltam a jogar em novembro pelas Eliminatórias sul-americanas. Os argentinos jogarão em Buenos Aires com o Paraguai. Já os bolivianos terão pela frente o Equador, novemante na altitude de La Paz.