Publicidade

Ronald Koeman já percebe os sinais no Barcelona. O clima para ele não é dos melhores. O técnico está pressionado e corre o risco de ser demitido em breve. Inclusive, o duelo com Atlético de Madrid, neste sábado, é considerado decisivo.

– O clube não me disse nada (sobre o futuro). Fiquei sabendo que o presidente esteve aqui, mas não o vi. Tivemos treino e não pude vê-lo. Continuo igual. Tenho olhos e ouvidos e sei que vazam muitas coisas. Certamente, é algo que é verdade (rumor de demissão) – disse Koeman, nesta sexta-feira.

Koeman Barcelona Koeman balança no Barcelona | Foto: Imago Images

A pressão aumentou após mais uma derrota pela Champions League. O Barcelona perdeu por 3 a 0 para o Benfica e segura a lanterna do grupo. Koeman é o centro das atenções no clube.

Relacionadas

Suárez
Pirlo, técnico da Juventus, é adepto do 4-3-3 - Getty
Cristiano Ronaldo Champions League

Publicidade

– Eu não sou o mais importante. O importante é que o time consiga um resultado positivo. Estou aqui por amor ao clube. Estou aqui em uma situação muito complicada. O importante aqui são os jogadores – declarou.

MAIS! Casemiro não é mais aquele: olhem os números dele!

Koeman pressionado no Barcelona

O técnico vem dando sinais de irritação no Barcelona. Como disse nesta sexta-feira, está cansado de se defender. Ele se apoia no processo de reconstrução do Barcelona. Ao ser indagado sobre o melhor e pior momento à frente do time, ele se saiu com essa:

Publicidade

– Parece que estou fora respondendo isso. O melhor momento foi assinar para ser técnico do Barcelona. O pior foi a saída de Messi – afirmou.

A imprensa espanhola, há alguns dias, já trata Koeman como carta fora do baralho. O Barcelona, então, busca um consenso sobre o próximo nome, além de alinhar a questão financeira para a saída do atual técnico. Roberto Martínez, da seleção belga, Xavi, do Al-Sadd, e Andrea Pirlo, sem clube, são apontados como avaliados pelo clube.

Comentários