Publicidade

O Barcelona continua sem definir como ficará o comando do time na próxima temporada, mas Koeman permanece. Pelo menos por enquanto. O presidente do clube, Joan Laporta, pediu 15 dias para encerrar as negociações já abertas com outros treinadores, conforme explica a TV3, da Catalunha. Somente no caso de essas negociações não terminarem de acordo, Koeman continuaria como treinador.

Embora entenda os jogadores, Koeman exige empenho em campo Permanência de Koeman no Barcelona não depende dele – Foto: JOSEP LAGO/AFP via Getty Images

Algo impensável para um treinador como o holandês, que trocou o comando da seleção de seu país para trabalhar no Barcelona. Mas, é a mais pura verdade.

MAIS! Villarreal amplia domínio espanhol na Liga Europa

Publicidade

Apesar da imagem de cordialidade de ambas as partes, Koeman saiu com a sensação de que com esta estratégia o clube procura apenas ganhar tempo. Ele sabe que atualmente não passa de um “plano B”. É algo que desvaloriza sua trajetória histórica no clube.

MAIS! United e Juventus podem fazer troca envolvendo CR7

Alguns apostam na continuidade do treinador, baseados nas investidas do Barcelona no mercado. O clube está investindo em Wijnaldum, por exemplo, indicação de Koeman. O próprio Laporta, acompanhado se encontrou com o agente e o advogado do até então jogador do Liverpool. Assim, depois de uma temporada tão intensa quanto turbulenta, Koeman sai de férias sem saber qual será seu futuro imediato, mas com um contrato de um ano a ser cumprido.

Comentários