Publicidade

As perguntas sobre o Barcelona ainda fazem parte da vida de Ronald Koeman. O técnico holandês foi demitido em outubro. O clube, então, apostou em Xavi Hernández. Koeman tentou, mas não evitou fazer uma comparação, sobre a diferença de pontos em relação à liderança do Campeonato Espanhol.

O Barcelona de Xavi está a 15 pontos do líder Real Madrid na La Liga. Com Koeman, a diferença era menor.

Koeman Barcelona Koeman não conseguiu tirar o Barcelona da crise | Foto: Denis Doyle/Getty Images

– Certamente ele melhorou em algumas coisas. Eles contrataram três atacantes ou três jogadores que podem jogar na frente. Não é bom comparar. Quando saí, o Barcelona estava oito pontos atrás (do líder) e agora quase o dobro. A tarefa de Xavi é tão complicada quanto a minha. Esta é a realidade do Barcelona hoje – declarou Koeman, em evento na Espanha.

Relacionadas

Lewandowski Bayern de Munique Salzburg Champions League
Maurcio Pochettino PSG
Kalvin Phillips

Publicidade

Koeman pediu um voto de confiança ao trabalho de Xavi e aproveitou para reforçar a queixa que não teve respaldo do presidente Joan Laporta.

Real Madrid já sabe quanto quer para vender atacante espanhol

– Peço todo apoio ao Xavi. Espero que o presidente lhe dê todo o apoio que eu não tive. Xavi é uma lenda do clube e merece confiança. Ele não tem culpa de como o clube está – completou Koeman.

Comentários