Publicidade

Júlio César deixou o Benfica, mas não o futebol. Pelo menos por enquanto. O goleiro brasileiro de 38 anos declarou que não se aposentou e está à espera de propostas. Porém, caso não apareçam, o destino natural será pendurar as luvas. A notícia de aposentadoria ganhou repercussão com a imprensa portuguesa e até mesmo em declarações do filho de Júlio César. O atleta afasta, no momento, esta possibilidade e explica a saída do Benfica, com quem rescindiu o contrato.

Júlio César rescindiu com Benfica e está livre no mercado | Foto: Divulgação Benfica

“Estou correndo um risco. Hoje, não tenho nada, não tenho clube. Para que chegasse a este ponto foi muito difícil. Caso apareça alguma coisa, vou estudar as possibilidades. Caso não apareça, seria um momento importante para pendurar as luvas. Mas ainda não penso nisso”, declarou Júlio César, à “Benfica TV”.

Os motivos de Júlio César

O goleiro explicou os motivos que o levaram a pedir rescisão contratual com o Benfica. Júlio César vinha sendo pouco aproveitado pelo técnico Rui Vitória.

Publicidade

“É uma decisão minha. Sempre tentei ajudar dentro e fora do campo, no vestiário e nos treinos. Vi que já não estava ajudando e falei: para prejudicar, prefiro parar. Já não ia muito motivado para os treinos. É também por uma questão de vaidade pessoal pela carreira que tive, 20 anos. Gostaria de encerrar a minha carreira jogando. Vendo que estava tendo pouco espaço, optei, amigavelmente, por chegar a um acordo”, declarou.

Leia mais
Daniel Alves solta o verbo: ‘Deixei a Juventus porque não me divertia’
Xô, degola: o que Vitória, Coritiba, Sport e Avaí têm de fazer para escapar da queda
Vagas na Libertadores: o que Flamengo, Vasco, Botafogo, Chapecoense e Galo precisam
Falhas de Muralha: futebol é rico em erros de ‘pressionados’
Uber ativa patrocínio para empolgar a dupla Grêmio e Internacional
Neymar ganha ‘vale night’ do técnico do PSG
A meta (praticamente de artilheiro) de Paulinho no Barcelona

Mercado da bola: veja quem pode chegar e quem pode sair do seu clube
Vídeo: conheça o Benevento, o Íbis da Europa

Júlio César fez apenas quatro jogos pelo Benfica nesta temporada. Ele chegou ao clube em 2014. Agora, está livre no mercado, à espera propostas ou então irá se aposentador. O goleiro foi revelado pelo Flamengo e estreou pelo profissional em 1997. Em 2000, virou titular e se destacou pelo clube rubro-negro, sendo negociado com a Inter de Milão em 2004. Antes, para um período de adaptação, foi para o Chievo.

Publicidade

Ele começou a trajetória pela Inter em 2005 e fez muito sucesso, conquistando Liga dos Campeões e sendo eleito o melhor goleiro da temporada 2009/2010 da Europa. Júlio César também defendeu o QPR, da Inglaterra, e o Toronto, além de ser titular da Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo.