Publicidade

A eliminação para o Athletico-PR, pela Copa do Brasil, teve um toque de nostalgia e de provocação a Renato Gaúcho. A torcida do Flamengo, no Maracanã, cantou uma música que sempre entoava para Jorge Jesus. “Olê, olê, olê, olê… Mister” voltou a ser cantado após um pouco mais de um ano da saída do técnico português.

Nesta sexta-feira, Jorge Jesus foi perguntado sobre o episódio no Maracanã. O técnico mostrou foco no Benfica, mas balançou com carinho da torcida do Flamengo. O futuro? Não se sabe.

Jorge Jesus Benfica Champions League Flamengo Jesus fica tocado com carinho da torcida do Flamengo | Foto: Imago Images

– Já imaginava que me fariam essa pergunta. O importante para mim é que sou treinador do Benfica. Eu e o Benfica temos objetivos bem definidos, quero que a águia possa voar alto este ano. Estamos próximos de conquistar títulos que a equipe do Benfica pretende. Não posso fugir deste pensamento porque só penso no Benfica, hoje e amanhã, todos os dias pensando em como poderemos melhorar. Se perguntar se fico satisfeito por ver esse carinho, só se fosse insensível…. São imagens que me tocam. Não admito regresso nenhum. A minha mala está sempre feita à porta, o treinador vive de resultados, não pode ter um projeto definido. O importante para mim é que neste momento o Benfica é a minha casa, sei o que quero. Futuro? Não sei, estou dependente de resultados – declarou Jesus.

Relacionadas

Arrascaeta Flamengo

Com Jesus, torcida do Flamengo provoca Renato

Publicidade

O canto da torcida do Flamengo tem explicação. Além da saudade de Jesus, que conquistou Libertadores e Brasileiro, além de outros títulos, foi uma forma de provocar Renato Gaúcho, técnico atual.

MAIS! Real Madrid está de olho no mais novo craque do Flamengo

Na época de Grêmio, Renato alfinetava Jorge Jesus e também já deu estocada nesta trajetória pelo Flamengo. Além disso, no auge da rivalidade, Renato adotou o discurso que era obrigação do Fla jogar bonito em função do investimento.

Comentários