Publicidade

Após um empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, o Eintracht Frankfurt precisou da disputa de pênaltis para conquistar o título da Liga Europa. A final, contra o Rangers da Escócia, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, na Espanha, foi marcada pelo equilíbrio. Mas na penalidade os alemães ergueram a taça com um triunfo por 5 a 4.

Borré empatou para o Frankfurt (Foto: Getty)

Com a vitória, o Frankfurt repete o feito histórica da geração de 1980, que conquistou o caneco vencendo o Borussia Mönchengladbach na final alemã. O Frankfurt ganha de maneira invicta a competição, com direito a eliminar o poderoso Barcelona nas quartas de final.

Já o Rangers continua sem sentir o gostinho de dar a volta olímpica na Liga Europa. O time escocês já tinha sido vice em 2008, quando foi superado pelo Zenit por 2 a 0 na grande final.

Publicidade

 

Frankfurt dominou primeiro tempo

Kamada chuta para tentar marcar diante do Rangers (Foto: Uefa)

As duas equipes iniciaram a partida com propostas bem definidas. O Eintracht Frankfurt buscava abrir o placar de qualquer maneira. Já o Rangers tinha como prioridade se defender e tentar o contra-ataque. Nos primeiros 20 minutos apenas os alemães atacaram e despediçaram algumas chances. Aos 11 minutos Kamada fez boa jogada individual e chutou duas vezes para a defesa do goleiro McGregor. O arqueiro escocês voltaria a salvar seu time aos 19 minutos em um chute de dentro da área de Knauff.

O Rangers só deu algum sinal de vida ofensivo aos 25 minutos, quando assustou demais os alemães. Aribo arriscou um belo chute da entrada da área e a bola raspou o travessão defendido pelo goleiro Trapp.

Relacionadas

Lewandowski Bayern de Munique
Antony Ajax
Mbappé

Publicidade

O Frankfurt entretanto era mais ofensivo. Tanto que quase abriu aos 31 minutos, quando Kostic invadiu a área e chutou cruzado. Mas a bola foi para fora. Mas a última chance de perigo da primeira etapa foi do Rangers. Aos 47 minutos Jack chutou sobre o gol.

Rangers abriu o placar

Aribo deixa a zaga para trás e marca o gol do Rangers (Foto: Uefa)

O cenário não mudou muito no começo do segundo tempo, com o Frankfurt atacando demais. Aos três minutos quase abriu o marcador, quando Lindström chutou cruzado, a bola desviou em Kamada e foi para fora, quase enganado o goleiro.

Apesar disso o Rangers era mais perigoso nos contra-ataques, tanto que Kent quase abriu o placar aos nove minutos. Ele recebeu na área, mas chutou para fora. Mas no minuto seguinte os escoceses chegariam ao gol. A zaga do Frankfurt falhou após rebatida e a bola sobrou para Aribo invadir a área e deslocar o goleiro.

Frankfurt respondeu rapidamente

Borré celebra o gol do Frankfurt (Foto: Getty)

Publicidade

A pressão do Frankfurt se intensificou após o gol. Aos 21 minutos Kamada quase empatou ao tentar encobrir o goleiro com um toquinho. Mas a bola foi para fora. Dois minutos depois os alemães empataram. Borré aproveitou cruzamento da esquerda e se antecipou à zaga para mandar a bola para dentro.

Depois disso os dois times tiraram um pouco o pé, pois sabiam que sofrer um gol seria fatal. Inevitavelmente o jogo acabou indo para a prorrogação.

Frankfurt ganha nos pênaltis

Jogadores do Frankfurt comemora gol de empate (Foto: Getty)

Durante a prorrogação o jogo foi mais equilibrado. As duas equipes buscando o gol. Mas deixando visível a preocupação defensiva.

Publicidade

O Rangers estava mais inteiro fisicamente, o que acabou com a pressão do Frankfurt. Além disso o time escocês era mais perigoso. Em um chute de Barisic, aos dois minutos do segundo tempo, o goleiro do Frankfurt evitou o pior para sua equipe.

As duas equipes ainda assustaram em chutes de fora da área. Mas a disputa foi mesmo para os pênaltis. Melhor para o Frankfurt, que venceu por 5 a 4 e ficou com o caneco. Ramsey viu Trapp defender sua cobrança. Tavernier, Davis, Arfield e Roofe converteram para o Rangers. Mas Lenz, Hrustic, Kamada, Kostic e Borré garantiram o caneco aos alemães.

Comentários