Publicidade

O Rei de Copas justificou o apelido, segurou o Flamengo no Maracanã e faturou o título da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, após empatar por 1 a 1 (venceu o jogo de ida por 2 a 1). O Independiente aumentou o domínio dos clubes argentinos no torneio. Os hermanos agora somam oito conquistas do torneio, criado em 2002, o que dá 50% de aproveitamento.

Independiente fez a festa no Maracanã: campeão da Sul-Americana | Foto: Divulgação

O Independiente, por sinal, conquistou o bicampeonato da Sul-Americana. As duas conquistas foram sobre clubes brasileiros. Em 2010, superou o Goiás – perdeu o jogo de ida 2 a 0, ganhou em casa por 3 a 1 e foi campeão nos pênaltis.

LEIA TAMBÉM

Publicidade

Davi Luiz galês estreia e chama atenção no Chelsea
Com o Grêmio, Brasil chega à final pela 17ª vez e pode ampliar vantagem
Veja o retrospecto de Neymar contra o Real Madrid
Neymar vira garoto-propaganda de marca de café
Corinthians e Nike ampliam parceria
Cristiano Ronaldo se torna o maior artilheiro do Mundial de Clubes

Os clubes argentinos dominam a Sul-Americana e chegam com frequência à final – além dos títulos, amargaram quatro vices. Apenas quatro vezes a decisão do torneio não teve um hermano envolvido.

Argentinos viram sobre o Brasil

O duelo entre Flamengo e Independiente foi a quinta final entre Brasil e Argentina na Sul-Americana. Os hermanos viraram o placar e agora levam vantagem no retrospecto: 3 a 2 nos títulos. O Brasil vencia o duelo particular por 2 a 1 – Internacional superou o Estudiantes em 2008 e o São Paulo foi campeão em cima do Tigre em 2012.

Os campeões da Sul-Americana

Publicidade

2002 – San Lorenzo
2003 – Cienciano
2004 – Boca Juniors
2005 – Boca Juniors
2006 – Pachuca
2007 – Arsenal de Sarandí
2008 – Internacional
2009 – LDU
2010 – Independiente
2011 – Universidad de Chile
2012 – São Paulo
2013 – Lanús
2014 – River Plate
2015 – Santa Fé
2016 – Chapecoense
2017 – Independiente

Títulos da Sul-Americana por países

1º – Argentina – 8 títulos
2º – Brasil – 3 títulos
3º – Peru – 1 título
3º – México – 1 título
3º – Equador – 1 título
3º – Colômbia – 1 título
3º – Chile – 1 título