Publicidade

No retorno ao Manchester United, Cristiano Ronaldo vem mostrando o conhecido faro de gols. Ele balançou a rede cinco vezes em seis jogos. Além de aumentar o poder de fogo do clube inglês, é um líder e inspira os companheiros. Benefícios não faltam. Entretanto, também há um ponto fraco.

Ídolo do clube inglês, Gary Neville apontou para um problema que o técnico Solskjaer precisa lidar. Ele conhece Cristiano Ronaldo. Jogaram juntos na primeira passagem do craque português pelo Manchester United.

Cristiano Ronaldo Manchester United Cristiano Ronaldo é o centro das atenções | Foto: Michael Regan/Getty Images

– Eles tinham de contratar Ronaldo, o clube tinha de fechar o negócio e Solskjaer precisava que fechassem este negócio. Ele traz muitos aspectos positivos, mas também alguns problemas. Ronaldo está jogando na frente, mas nunca o vão ver pressionar. Se pensam que o Manchester United vai ser uma equipe que pressione, isso nunca irá acontecer. CR7 não pressionava há 10 ou 15 anos. O que isso faz ao estilo de jogo do United? Vão ser uma equipe mais de contra-ataque? Isso será mais complicado porque jogam mais vezes contra equipes inferiores – declarou, no Sky Bet’s The Overlap Fan Debate.

Relacionadas

Lingard Manchester United
Timo Werner Chelsea
Dusan Vlahovic Fiorentina

Publicidade

Cristiano Ronaldo, claro, concentra as atenções no Manchester United. E o técnico Solskjaer fica ainda mais em evidência com o que faz com o craque. Por exemplo, o fato de ter substituído CR7 no primeiro jogo da Champions League repercutiu. Na ocasião, o time inglês estava com um jogador a menos. Acabou levando a virada do Young Boys.

MAIS! Barcelona e Real Madrid podem brigar por dois nomes no mercado da bola

Outro episódio foi pela Premier League, quando Cristiano Ronaldo começou no banco contra o Everton. O Manchester United tropeçou e empatou a partida.

Comentários