Publicidade

Erling Haaland vai repetir o expediente e deixar a porta aberta para uma eventual saída do Manchester City. Segundo o “Bild”, o craque conseguiu costurar uma cláusula de rescisão no contrato com o clube inglês, a partir do terceiro ano de vínculo.

Quando trocou o Salzburg pelo Borussia Dortmund, Haaland colocou no contrato uma multa rescisória a partir de 2022. É este valor, acessível pelo potencial do craque, que o City vai pagar para contratá-lo, na casa dos 60 milhões de euros (R$ 320,4 milhões). Agora, o artilheiro também conseguiu o mesmo expediente na Inglaterra.

Haaland Manchester City Haaland deixa brecha no contrato com Manchester City | Foto: DANIEL ROLAND/AFP via Getty Images

Segundo o “Bild”, a cláusula de rescisão de Haaland vai ser de 150 milhões de euros (R$ 801 milhões), enquanto o “As”, da Espanha, aponta um valor maior, de 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão).

Relacionadas

Lewandowski Bayern de Munique
Darwin Núñez
Frenkie de Jong

Publicidade

Haaland, assim, deixa no papel o valor necessário para tirá-lo do Manchester City no futuro. O expediente de cláusula rescisória não é comum nos principais clubes ingleses. Desta forma, os times podem se defender de investidas no mercado da bola.

Milan vai ao ataque e arma o bote por destaque da Bundesliga

O Barcelona ou o Real Madrid, daqui a três anos, vão ter a possibilidade de levar Haaland, sem precisar abrir negociação com o Manchester City, “apenas” pagando a multa. Os gigantes espanhóis foram dois dos interessados no craque.

Comentários