Publicidade

O empate sem gols entre Porto e Manchester City no Estádio do Dragão, na Cidade do Porto, foi bom para os dois times na teoria. Os ingleses garantiram o primeiro lugar e os portugueses asseguraram a vaga nas oitavas de final da Champions League. Mas mesmo assim o clima ficou pesado e polêmicas e trocas de acusações aconteceram. Alguns personagens se destacaram nesta novela como o técnico do Porto, Sérgio Conceição, o treinador do City, Pep Guardiola, e o volante brasileiro Fernandinho.

Porto e City foi muito disputado (Foto: Uefa)

No duelo da estreia, o Manchester City venceu o Porto por 3 a 1 e os dois treinadores bateram boca na beira do campo. Dessa vez a provocação foi nas entrevistas após a partida para a imprensa portuguesa.

Leia também

Milan quer prorrogar vínculo com Brahim Díaz, mas falta combinar com o Real
Após golaço, Messi faz a homenagem mais emocionante para Maradona

Publicidade

Guardiola foi o primeiro a falar e questionado se o empate foi bom para o Porto, o espanhol ironizou.

– Perguntem para o técnico do Porto. Ele montou o time com oito jogadores dentro da própria área – disse Guardiola.

Em seguida veio a resposta de Conceição.

Publicidade

– O Guardiola está de mau humor. Mas eu também estaria se não conseguisse ganhar de um time com dez por cento do meu orçamento – provocou o treinador.

Fernandinho critica jogadores do Porto

45Guardiola e Fernandinho se irritaram com o Porto (Foto: Getty)Outro a se envolver em polêmica foi o volante Fernandinho, que criticou o comportamento do time do Porto.

– O Porto é um estilo que conhecemos. Qualquer lance seus jogadores caem no chão e começam a gritar, como se estivessem precisando de uma ambulância – disse ele.

Publicidade

Manchester City e Porto ainda entrarão em campo na próxima semana pela última rodada da fase de grupos, mas apenas para cumprir tabela. O Porto vai medir forças na Grécia com o Olympiacos. Já o Manchester City tenta se impor na Inglaterra contra o Olympique de Marselha.