Publicidade

Pep Guardiola ganhou mais um reforço. Na segunda-feira, o Manchester City anunciou o meia Kalvin Phillips, ex-Leeds United. É uma doce rotina para o técnico, que ataca o mercado da bola a cada temporada.

Erling Haaland e Kalvin Phillips ilustram bem o poderio do Manchester City. E Guardiola acrescenta mais dois nomes à lista de jogadores mais caros que já contratou.

Galeria de Fotos

O Top 20 de Guardiola, segundo dados do “Transfermarkt”, mostra o “cartão sem limites” que ele tem no Manchester City. Quinze contratações mais caras do técnico são no City.

Relacionadas

Neymar PSG
Cristiano Ronaldo Manchester United

As contratações mais caras de Guardiola

Publicidade

Daniel Alves fez história no Barcelona. A primeira passagem dele começou em 2008, quando foi contratado, junto ao Sevilla, por 35,5 milhões de euros (R$ 196 milhões, na cotação atual).

Daniel Alves Guardiola Daniel Alves: história de sucesso no Barça | Foto: Imago Images

Guardiola, em 2013, buscou Mario Götze no Borussia Dortmund. O Bayern de Munique pagou 37 milhões de euros (R$ 204,3 milhões, na cotação atual).

Manchester United aceita vender CR7 e estuda substitutos

Publicidade

Arturo Vidal foi outro reforço caro de Guardiola no Bayern. Em 2015, o clube bávaro pagou 39,25 milhões de euros (R$ 216,7 milhões, na cotação atual) à Juventus pelo volante chileno.

Haaland é passado! Dortmund tem novo artilheiro

Ederson é mais um brasileiro no Top 20 de Guardiola. O Manchester City contratou o goleiro, junto ao Benfica, em 2017, por 40 milhões de euros (R$ 220,9 milhões, na cotação atual).

Publicidade

Atlético de Madrid anuncia primeira contratação para a temporada

Guardiola encontrou em David Villa um atacante importante para o Barcelona. Ex-Valencia, ele chegou ao clube em 2010, por 40 milhões de euros (R$ 220,9 milhões, na cotação atual).

Juventus acerta com Di María

Publicidade

O Manchester City buscou Nathan Aké no Bournemouth, em 2020, por 45,3 milhões de euros (R$ 250,2 milhões).

City capricha nos presentes

Kalvin Phillips chega ao Manchester City para ser uma peça importante. Tirá-lo do Leeds United custou 48,75 milhões de euros (R$ 269,2 milhões).

Kalvin Phillips Manchester City Kalvin Phillips é o novo reforço de Guardiola no City | Foto: Manchester City / Divulgação

Bernardo Silva foi contratado pelo Manchester City, em 2017, junto ao Monaco, por 50 milhões de euros (R$ 276,1 milhões, na cotação atual).

Publicidade

Em 2016, Guardiola buscou Leroy Sané no Schalke 04. O Manchester City pagou 52 milhões de euros (R$ 287,2 milhões, na cotação atual) pelo atacante alemão.

Kyle Walker trocou o Tottenham pelo Manchester City em 2017. Ele custou 52,7 milhões de euros (R$ 291 milhões, na cotação atual).

O Manchester City buscou John Stones no Everton, em 2016. O zagueiro foi contratado por 55,6 milhões de euros (R$ 307 milhões, na cotação atual).

Publicidade

Para tirar Benjamin Mendy do Monaco, em 2017, o Manchester City investiu 57,5 milhões de euros (R$ 317,5 milhões, na cotação atual).

O Manchester City pagou uma “pechincha” por Erling Haaland. O acordo do atacante com o Dortmund previa condições facilitadas para o adeus em 2022. O artilheiro custou 60 milhões de euros (R$ 331,3 milhões, na cotação atual).

Haaland Manchester City Guardiola Haaland vai ser o homem-gol de Guardiola | Foto: Manchester City / Divulgação

Guardiola buscou Rodri no Atlético de Madrid, em 2019. O City pagou 62,7 milhões (R$ 346,3 milhões, na cotação atual).

Os ‘pesos-pesados’ de Guardiola no mercado da bola

Publicidade

A operação do Manchester City com a Juventus que envolveu João Cancelo, em 2019, foi de 65 milhões de euros (R$ 359 milhões, na cotação atual).

Guardiola buscou Aymeric Laporte para a zaga no Athletic Bilbao, em 2018. O City pagou 65 milhões de euros (R$ 359 milhões, na cotação atual).

O Manchester City tirou Riyad Mahrez do Leicester, em 2018, por 67,8 milhões de euros (R$ 374,4 milhões, na cotação atual).

Mahrez Manchester City Brugge Champions League Mahrez é peça importante do City | Foto: Uefa

Publicidade

Em 2020, em negócio com o Benfica, o Manchester City se reforçou com Rúben Dias. A operação foi de 68 milhões de euros (R$ 375,5 milhões, na cotação atual).

Zlatan Ibrahimovic é o segundo reforço mais caro de Guardiola. Contudo, eles não se deram muito bem no Barcelona. Em 2009, o clube espanhol pagou 69,5 milhões de euros (R$ 383,8 milhões, na cotação atual) à Inter de Milão.

Jack Grealish é o reforço de três dígitos de Guardiola. Na última temporada, o Manchester City pagou 117,5 milhões de euros (R$ 648,9 milhões, na cotação atual) ao Aston Villa. É a contratação mais cara do técnico.

Comentários