Publicidade

O futebol reserva cenas de fortes emoções pelo mundo em ocasiões de desespero. A Guerra da Ucrânia não fugiu de contar com o apoio do esporte mais popular do mundo. Tudo por conta de um garoto de 14 anos da região de Ivano-Frankisvk. Ele tinha uma camisa de Cristiano Ronaldo e a mesma foi leiloada para arrecadar fundos para auxiliar o exército ucraniano. A verba alcançada vai ser utilizada para comprar medicamentos para os militares. Assim o objeto ganhou um destino importante. Além disso ajudou muitas pessoas.

Cristiano Ronaldo Cristiano Ronaldo ajudou Ucrânia. Mas foi indiretamente| Foto: Michael Regan/Getty Images

A camisa de CR7 ainda é um item atraente, apesar da temporada ruim do craque no Manchester United. Tanto que rendeu para i leilão o valor de 2.200 euros (mais de R$ 11 mil). A entidade ‘Save Ukraine Now’, que vem buscando dinheiro de várias maneiras para financiar a luta do exército do país do Leste europeu, organizou o leilão.

Cristiano Ronaldo fez uso da camisa em um duelo contra a Ucrânia pelas Eliminatórias para a Eurocopa. Os ucranianos ganharam o confronto por 2 a 1. Entretanto a maior vitória referente a este jogo veio alguns anos depois.

CR7 comentou episódio

Publicidade

O craque da seleção portuguesa não deixou passar o episódio e o comentou em um perfil de suas redes sociais: “Espero que a minha camisa do jogo com a Ucrânia em 2019 possa ajudar os jovens a terem um futuro melhor e quero felicitar a Federação Ucraniana de Futebol por esta ação. Rezando pela paz”.

Relacionadas

Richarlison Tottenham
Messi PSG Real Madrid Champions League 2

A organização humanitária citou o gesto de Cristiano Ronaldo também em uma rede social. A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia, que já matou milhares de civis e causou a fuga de mais de 16 milhões de pessoas das suas casas, oito milhões das quais abandonaram o país. Assim toda ajuda é importante.

Por conta da postura da Rússia várias entidades esportivas decidiram afastar equipes do país e a seleção nacional de torneios continentais. A Fifa tirou a Rússia da Copa do Mundo. Além disso a mesma postura adotada pela Uefa em seus torneios.

Comentários