Publicidade

Fred - Shakhtar Donetsk

Desejado por Manchester United, Chelsea e Arsenal, o meia Fred, do Shakhtar Donetsk deve acabar mesmo no Manchester City. Considerado pelo técnico Pep Guardiola como um possível sucessor de Fernandinho a longo prazo, acredita-se que o brasileiro já entrou em um acordo com os campeões da Premier League, faltando apenas resolver quando ele desembarcaria na Inglaterra.

O Manchester City quer a transferência de Fred até o fim da atual janela, mas o Shakhtar prefere manter seu astro até o próximo verão. A multa de rescisão é estimada em 27 milhões de libras (cerca de 120 milhões de reais).

Publicidade

Leia também
Neymar é o último em pesquisa sobre os melhores de todos os tempos
Despedida de Mascherano terá dose dupla no Barcelona
Com média melhor que Messi, Suárez entra em lista especial do Barcelona

Por que o futuro de Neymar está longe do Real Madrid
Trio do PSG deixa no chinelo o tridente do Real Madrid: duelo vem aí
Neymar marca quatro gols num jogo pela quinta vez na carreira

Fred, de 24 anos, já falou sobre a possível transferência e não escondeu sua vontade de trabalhar com o premiado Guardiola.

“Um amigo me disse que o City e Guardiola estavam interessados em mim. Na saída para o vestiário (no duelo entre Shakhtar e City pela Liga dos Campeões), ele (Guardiola) me parou e disse que eu havia feito um bom jogo”, disse Fred, que completou.

Publicidade

“Confesso que espero impaciente seu telefonema para me mudar agora. Acho que cresceria muito trabalhando com ele. A Inglaterra tem a melhor Liga do mundo e eu sempre sonhei jogar lá”, finalizou.

Fred vive boa fase após controvérsia

No Shakhtar desde a temporada 2013/2014, Fred vê sua carreira deslanchar após passar por momentos difíceis. Flagrado no exame antidoping durante a disputa da Copa América do Chile, em 2015, o meia pegou um gancho de um ano. A punição acabou a tempo dele disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016, mas não foi liberado pelo time russo.

Passada a turbulência, Fred assumiu papel de destaque no Shakhtar, disputará as oitavas de final da Liga dos Campeões contra a Roma, em fevereiro, e sonha com uma vaga na seleção brasileira de Tite que vai disputar a Copa do Mundo da Rússia, nos meses de junho e julho