Publicidade

O negócio do Grêmio se chama Libertadores... (Foto: Divulgação Grêmio) O negócio do Grêmio se chama Libertadores… (Foto: Divulgação Grêmio)

O grande desafio do Grêmio no segundo jogo da final da Libertadores, contra o Lanús, é “ser Grêmio”. Depois de vencer o jogo de ida, a hora é de resolver o título na casa do adversário. O técnico Renato Gaúcho já avisou que não vai entrar em campo na retranca.

Desde a fase de grupos, quando começou a disputar a edição 2017 da Libertadores, o Grêmio marcou 8 gols fora de casa. Levou apenas três, o que dá um belo saldo. É ritmo de visitante indigesto.

Publicidade

Em toda a temporada, tem saldo de 12 gols, pois marcou 47 vezes como visitante, tendo sofrido 35 gols.

O aproveitamento do Grêmio como visitante é de 61,1% na Libertadores. No geral, esse número sobe para 74,4%.

Grêmio festeja mais um passo na Libertadores, rumo à final (Foto: Divulgação Grêmio) Grêmio, de Renato Gaúcho, muito perto do título da Libertadores (Foto: Divulgação Grêmio)

Histórico dá confiança

Um dado importante: em Libertadores, o Grêmio costuma confirmar a vantagem fora quando sai na frente, jogando em casa. Apenas duas vezes o Tricolor Gaúcho tomou virada, considerando mata-mata.

Publicidade

Em 1996, contra o América de Cali, vitória do Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre e derrota por 3 a 1 na Colômbia. Em 2013, o Tricolor bateu em casa o Santa Fé, por 2 a 1. A derrota por 1 a 0 na volta eliminou o Grêmio nas oitavas de final.

Leia Mais:

Júlio César descarta parar por enquanto e aguarda propostas

Publicidade

Daniel Alves solta o verbo: ‘Deixei a Juventus porque não me divertia’
Xô, degola: o que Vitória, Coritiba, Sport e Avaí têm de fazer para escapar da queda
Vagas na Libertadores: o que Flamengo, Vasco, Botafogo, Chapecoense e Galo precisam
Falhas de Muralha: futebol é rico em erros de ‘pressionados’
Uber ativa patrocínio para empolgar a dupla Grêmio e Internacional
Neymar ganha ‘vale night’ do técnico do PSG
A meta (praticamente de artilheiro) de Paulinho no Barcelona

Mercado da bola: veja quem pode chegar e quem pode sair do seu clube