Publicidade

A trajetória de Zidane como técnico ainda é curta. Ele assumiu o Real Madrid no dia 4 de janeiro de 2016. O desempenho dele na Champions League é impressionante, um capítulo à parte. Zidane levou o Real ao bicampeonato do torneio e fez mais uma vítima nesta terça-feira: eliminou o Paris Saint-Germain. É um especialista da Liga dos Campeões.

Zidane é bicampeão da Champions League como técnico | Foto: Real Madrid / Divulgação

Ao todo, Zidane já comandou o Real Madrid em 28 jogos da Liga dos Campeões, com 19 vitórias, seis empates e três derrotas, um aproveitamento de 75% dos pontos disputados. O técnico carrega um retrospecto perfeito em mata-mata: levou a melhor em todos.

Leia mais:

Publicidade

Benzema entra em lista especial da Champions League
Cristiano Ronaldo fez quase 50% de seus gols na ‘hora H’ da Champions League
Neymar vê jogo no EI e ‘provoca’ Globo após polêmica com Casagrande
Você lembra destes jogadores na Copa do Mundo com a camisa da Seleção Brasileira?
Qual a maior vítima de Messi? Veja quem já sofreu com o craque argentino

Dos 28 jogos, 16 foram por fases decisivas (seis por oitavas de final, quatro por quartas de final, quatro por semifinal e duas finais). O retrospecto em mata-mata é superior ao geral. Zidane tem aproveitamento de 79% dos pontos disputados (são 12 vitórias, dois empates e duas derrotas).

Wolfsburg e Atlético de Madrid conseguiram vencer um jogo no mata-mata contra o Real Madrid de Zidane. O clube alemão abriu as quartas de final da temporada 2015/2016 ganhando por 2 a 0, mas levou 3 a 0 na volta. Já o rival de Madrid, após perder o jogo de ida da semifinal da temporada passada por 3 a 0, ganhou a o segundo jogo por 2 a 1.

PSG, a nova vítima de Zidane

Publicidade

O Paris Saint-Germain se tornou a oitava vítima do Real Madrid de Zidane em mata-mata da Champions League. O Atlético de Madrid já sofreu duas vezes, na final da temporada 2015/2016 e na semifinal da temporada seguinte.

Sob o comando de Zidane, o Real Madrid, na ordem, passou pelos seguintes times nas fases decisivas da Champions League: Roma, Wolfsburg, Manchester City, Atlético de Madrid, Napoli, Bayern de Munique, Atlético de Madrid, Juventus e PSG.