Publicidade

Com uma atuação segura e sem dar chances ao rival o Equador derrotou a Bolívia na noite desta quinta-feira pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, que acontece no Catar. Jogando no Estádio Monumental, em Guayaquil, os equatorianos bateram os bolivianos por 3 a 0. Autor de dois gols, Enner Valencia chegou a 33 com a camisa de La Tri e se tornou o maior artilheiro da história da seleção do Equador.

Equador não deu chances para a Bolívia (Foto: FEF)

Melhor que isso só o resultado, que levou o Equador aos 16 pontos, assumindo a terceira colocação. Os equatorianos não jogam o Mundial desde a edição de 2014, no Brasil, quando caíram na primeira fase. Já a Bolívia, que não vai à Copa desde 1994, aparece em penúltimo com seis pontos.

MAIS! Haaland ignora esforços do Borussia Dortmund 

O Equador decidiu o jogo no primeiro tempo. Abriu o placar aos 13 minutos. Castillo foi ao fundo pela direita e cruzou para Estrada se antecipar aos zagueiros e estufou as redes de Lampe com cabeçada fulminante.

Valencia tomou o controle do jogo

Valencia comemora seus gols (Foto: FEF)

Publicidade

Depois disso brilhou a estrela de Enner Valencia. Aos 16 minutos ele recebeu passe de Caicedo e churou cruzado, sem chances para Lampe. Dois minutos depois ele aproveitou rebote em chute de Estrada e mandou para o fundo da rede.

No segundo tempo o Equador seguiu bem mais forte e dominando as ações. Entretanto não aproveitou a fragilidade boliviana para ampliar o marcador. Entretanto valeu pela conquista dos três pontos.

Relacionadas

Sterling Manchester City

As duas seleções voltam a campo no domingo. O Equador, às 17h30(de Brasília), visita a Venezuela em Caracas. Já a Bolívia busca a sua reação diante de sua torcida, em La Paz. Recebe o Peru às 17h(de Brasília).

Comentários