Publicidade

O Barcelona demitiu Matheus Fernandes no fim de junho. Demitiu o jogador por e-mail, mas um silêncio se impôs após a atitude da diretoria do clube catalão. Só até esta sexta-feira 23), no entanto. Porque Matheus Fernandes comentou pela primeira vez o caso ao jornal O Globo. Ele processou o clube por demissão injusta e explicou por quê.

Matheus Fernandes Barcelona Matheus Fernandes no Barcelona, mas com “tratamento diferenciado” | Foto: Barcelona / Divulgação

“Não sabia e quando recebi não acreditei (sobre a rescisão do contrato). Eu estava em casa, saindo com minha esposa, recebi uma mensagem do staff do clube perguntando se eu tinha o mesmo endereço de e-mail, confirmei e aí peguei. Não entendi, enviei ao meu empresário e advogado. Disseram que foi minha demissão. Algum tempo passou e meu nome apareceu na imprensa. Sem conversa, nada, nem me ligaram para dar um alô e um adeus ”, comentou o jogador, agora de volta ao Palmeiras.

Leia também

Liberado! Lisca é regularizado e pode estrear no Vasco

Publicidade

Dedé revela que ficou perto de acertar com o Flamengo

Ele quer o Real Madrid! Mbappé avisa a Pochettino: não vai renovar com PSG

A desilusão de Matheus é dupla, pois o seu sonho sempre foi ter sucesso no Barcelona, mas saiu pela porta dos fundos, inesperadamente.

Publicidade

“Sempre tive o sonho de jogar pelo Barcelona quando era pequeno. Quando cheguei lá, não me trataram como jogador de futebol. Comentei isso com o diretor de esportes (Ramon Planes). Independentemente de qualquer coisa, era um jogador o Barcelona”, insistiu.

Conforme explicou na entrevista que concedeu ao Mundo Deportivo, diário catalão, Matheus reiterou que o tratamento do Barcelona não foi aquele que estaria de acordo com a altura do clube.

Relacionadas

Neymar Brasil Olimpíada

“Eu queria ser tratado com respeito. Os demais que chegaram tiveram uma apresentação e eu não. Eu estava um pouco chateado. Vendo de fora, pensei uma coisa e quando cheguei me trataram de forma diferente ”, argumentou o jogador.

Publicidade

Assim, depois da decepcionante experiência no Barcelona, Matheus agora só pensa no Palmeiras e fala em títulos.

“Eu conheço meu potencial. Não é o clube que vai manchar a minha carreira. Vou trabalhar no Palmeiras, treinar muito e jogar muito. Ainda tem muita coisa para acontecer, posso me tornar um ídolo do Palmeiras ”, finalizou.

Comentários