Publicidade

A seleção do Chile tirou o atraso contra a Venezuela, lanterna das Eliminatórias da América do Sul, em Santiago. Venceu o fraco adversário por 3 a 0, segurando o 6º lugar na tabela, com 13 pontos, mantendo aceso o sonho de uma vaga na Copa do Mundo do Qatar, em 2022. Mas ainda há um longo caminho a ser percorrido. Os venezuelanos continuam em último, com apenas  com apenas 7 pontos em 12 jogos.

Chilenos festejam um dos gols em cima da fraca Venezuela - Foto: Claudio Reyes - Pool/Getty Images Chilenos festejam um dos gols em cima da fraca Venezuela, mas vaga ainda é incógnita – Foto: Claudio Reyes – Pool/Getty Images

Leia também

Colômbia e Equador empatam em jogo feio pelas Eliminatórias

Agüero relembra ‘choque’ com saída de Messi: ‘Ele estava muito mal’

Publicidade

Pulgar marcou duas vezes para o Chile. Aos 17 minutos, Alexis Sánchez cobrou escanteio na área, com facilidade. Livre de marcação, Pulgar apareceu na pequena área e cabeceou para o fundo da rede. Aos 36 minutos, novamente Alexis Sánchez cobrou escanteio e o mesmo Pulgar finalizou na pequena área. Parecia um replay, mas não foi.

O terceiro gol do Chile, no entanto, saiu apenas no segundo tempo, e aos 27 minutos. Após erro de passe venezuelano, Meneses tocou para Brereton, que disparou e chutou sem chance para o goleiro Fariñez. Uma vitória tranquila para o Chile, que respira nas Eliminatórias.

Comentários