Publicidade

A derrota para o Levante por 1 a 0, pelo Campeonato Espanhol, mostrou a fragilidade do momento do Atlético de Madrid. A atuação, uma das piores do time da temporada, liou o sinal de alerta nos torcedores. Isso porque na quarta-feira da próxima semana tem encontro com o Manchester United pela rodada de ida das oitavas de final da Champions League. Entretanto a maior preocupação está na falta de sintonia nos discursos do técnico Diego Simeone e dos jogadores.

Simeone Simeone e jogadores pensam de maneira diferente | Foto: David Ramos/Getty Images

Apesar de admitir que a atuação do time foi muito ruim, abaixo da expectativa gerada, o treinador não vê impacto na Champions League e se mostra muito confiante.

Não conversei com os jogadores, mas amanhã vamos fazer isso. Muitos pensarão que é difícil chegar bem à Champions, mas eu creio que não. É momento de demonstrar isso aos atletas com trabalho e não com palavras, pois elas aborrecem – disse ele.

Relacionadas

Publicidade

O goleiro Oblak, um dos líderes do elenco, se mostrou muito preocupado com o que viu.

– Se não estivermos ao nosso máximo, não conseguimos ganhar os jogos. Não fizemos uma boa partida no geral. É um momento muito difícil para nós, mas temos que ser melhores e dar muito mais. Temos de subir de nível se quisermos entrar nos lugares mais altos da Champions League – disse ele.

Na próxima quarta-feira Atlético de Madrid e Manchester United se enfrentam na próxima quarta-feira, às 17h(de Brasília), no Estádio Wanda Metropolitano, em Madrid. O choque de volta, no Estádio Old Trafford, em Manchester, será no dia 15 de março.

Comentários