Publicidade

A caminhada do Fluminense na Libertadores agora encontra o Barcelona de Guayaquil, rival das quartas de final. O jogo de ida é nesta quinta-feira, no Maracanã. O Tricolor Carioca não deve ter vida fácil. O adversário está com moral. E não é para menos.

O Barcelona já deu provas de força nesta Libertadores. Na fase de grupos, por exemplo, ficou em primeiro, à frente de Boca Juniors e do Santos. O clube equatoriano fez 13 pontos, pontuação superior à do Fluminense. Por isso, a vantagem de disputar o jogo de volta como mandante é do Barcelona.

Galeria de Fotos

O time equatoriano pode ser orgulhar de ter sido uma pedra no sapato do Boca Juniors – venceu como mandante, por 1 a 0, e segurou o 0 a 0 na La Bombonera – e do Santos. O Barcelona fez 2 a 0 na Vila Belmiro e 3 a 1 no Equador.

Publicidade

Na fase de grupos, o Barcelona mostrou consistência defensiva. O time levou apenas três gols nos seis primeiros jogos. No mata-mata, os equatorianos mostraram poder de reação. Após perder o jogo de ida, como visitante, por 1 a 0, o Barcelona deu o troco e despachou o Vélez Sarsfield com uma vitória por 3 a 1.

Relacionadas

Por sinal, o fator casa tem sido uma das armas do Barcelona. O clube ostenta 100% de aproveitamento como mandante. Foram quatro vitórias em quatro partidas. Ou seja, o Fluminense precisa abrir vantagem no jogo de ida. O Tricolor Carioca já está de olho no rival. O técnico Roger Machado viu os duelos dos equatorianos contra o Vélez Sarsfield.

– Sabemos que é um grande adversário. Assisti aos jogos, não com um olhar de análise, mas vi os dois jogos do Barcelona contra a equipe argentina, sei que joga muito bem com a bola no chão – declarou Roger Machado.

Alô, Fluminense: os destaques do Barcelona de Guayaquil

Publicidade

O Barcelona chega às quartas de final da Libertadores com uma campanha com cinco vitórias, um empate e duas derrotas. O time marcou 13 gols e sofreu cinco. Um dos destaques do time é o experiente Damián Díaz, meia argentino de 35 anos. Ele tem dois gols no torneio.

Damián Díaz Barcelona Fluminense Damián Díaz é um dos principais nomes do Barcelona | Foto: Conmebol / Divulgação

O uruguaio Bruno Piñatares, de 31 anos, é outro nome importante do Barcelona. Com rápida passagem pelo futebol brasileiro – defendeu o Botafogo em 2020 -, Gabriel Cortez marcou no triunfo sobre o Vélez.

LEIA MAIS! Bolada! Fluminense ganha fôlego financeiro com premiações

Publicidade

O Fluminense também precisa ficar ligado em Carlos Garcés. O centroavante equatoriano, de 28 anos, é o artilheiro do time na Libertadores, com três gols.

Comentários