Publicidade

Foi um jogo elétrico. Mas no fim quem comemorou foi a torcida do Manchester City, que derrotou o Real Madrid por 4 a 3 na tarde desta terça-feira no Estádio Etihad, em Manchester, na Inglaterra, pela rodada de ida das semifinais da Champions League.

Gabriel Jesus chuta colocado para deslocar Courtois (Foto: Uefa)

Os brasileiros Gabriel Jesus e Vinicius Júnior deixaram a sua marca com gols importantes. Mas a disputa segue em aberto por um lugar na grande decisão.

As duas equipes se reencontrarão na próxima quarta-feira, na Espanha, com vantagem do empate para o Manchester City. O Real Madrid precisa vencer por um gol de diferença para forçar a prorrogação ou ganhar por dois ou mais gols de vantagem para se classificar.

City começou em ritmo alucinante

De Bruyne surge no meio da zaga e manda a bola para o fundo da rede (Foto: Uefa)

Publicidade

Logo com um minuto de jogo o Manchester City abriu o marcador. Mahrez fez grande jogada individual pela direita e cruzou na cabeça de De Bruyne, que deslocou o goleiro Cortouis. O Real Madrid ainda tentava se encontrar no jogo quando os ingleses ampliaram aos 11 minutos. De Bruyne cruzou, Gabriel Jesus se livrou de Alaba com um belo giro e chutou sem chances para o goleiro belga dos merengues.

Abalado o Real Madrid só mostrou que estava vivo aos 17 minutos, quando Modric acionou Vinicius Júnior, que se livrou da zaga e chutou para fora. O Manchester City tinha acabado de escapar de levar o gol em um erro defensivo, quando a bola tocou na trave de Ederson, quando Mahrez perdeu a chance de fazer o terceiro. Em contra-ataque ele mandou a bola na rede, pelo lado de fora.

Relacionadas

Diego Carlos
James Rodriguez, da Colômbia, e Matias Rojas do Paraguai, disputam a bola em jogo que pedia mais emoção - Foto: Gabriel Aponte/Getty Images
Pogba
Benzema chuta para recolocar Real Madrid no jogo (Foto: Uefa)

Melhor para o Real Madrid, que descontou aos 32 minutos. Mendy cruzou e Benzema se antecipou aos zagueiros para estufar as redes com um chute de primeira. Assim ele recolova os merengues na partida e esquentava o segundo tempo.

Segundo tempo foi elétrico

Vinicius Júnior desloca o goleiro brasileiro (Foto: Uefa)

Publicidade

A segunda etapa seguiu alucinante. Aos sete minutos o City ampliou. Fernandinho surgiu como elemento surpresa no lado direito e cruzou com perfeição para a cabeçada certeira de Foden.

O Real Madrid não se intimidou e seguiu aceso, tanto que descontou dois minutos depois. Vinicius Júnior foi lançado, se livrou de Fernandinho com um drible de corpo, invadiu a área e deslocou o goleiro brasileiro.

A partida seguia em ritmo eletrizante. Aos 28 minutos a zaga do Real Madrid parou esperando a marcação de uma falta. Mas o árbitro deu vantagem e Bernardo Silva acertou um belo chute para vencer no goleiro do Real Madrid.

Vinicius Júnior deu trabalho para a defesa do City (Foto: Uefa)

Publicidade

Aos 35 minutos Laporte colocou o braço na bola na área e o árbitro marcou o pênalti. Benzema cobrou com direito a uma cavadinha e mandou a bola para o fundo da rede. Mas não deu para buscar o empate.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER CITY-ING 4 X 3 REAL MADRID-ESP

Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha)
Data: 26 de abril de 2022 (Terça-feira)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: István Kovács (Roimênia)
Assistentes: Vasile Florin Marinescu (Romênia) e Ovidiu Artene (Romênia)
VAR: Marco Fritz (Alemanha)
Cartões amarelos: Fernandinho (Manchester City)
Gols:
MANCHESTER CITY: De Bruyne a 1 e Gabriel Jesus aos 11 minutos do 1º Tempo e Foden aos 7 e Bernardo Silva aos 28 minutos do 2º Tempo
REAL MADRID: Benzema aos 32 minutos do 1º Tempo e Vinicius Júnior aos 9 e Benzema aos 35 minutos do 2º Tempo

Publicidade

MANCHESTER CITY: Ederson, Stones (Fernandinho), Ruben Dias, Laporte e Zinchenko; Rodri, Bernardo Silva e De Bruyne; Mahrez, Gabriel Jesus (Sterling) e Foden
Técnico: Josep Guardiola
REAL MADRID: Cortouis, Carvajal, Alaba (Nacho Fernández), Militão e Mendy; Valverde, Kroos e Modric (Ceballos); Vinicius Júnior (Asensio), Benzema e Rodrygo (Camavinga)
Técnico: Carlo Ancelotti

Comentários